SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

IGAE apreende mais de um milhão de escudos de produtos irregulares na Boa Vista 29 Novembro 2018

A Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE) acaba de apreender, na Boa Vista, mais de um milhão de escudos em produtos irregulares e impróprios para consumo, em diversos estabelecimentos comercias e espaços de diversão noturna na ilha.

IGAE apreende mais de um milhão de escudos de produtos irregulares na Boa Vista

Entre 19 a 23 deste mês, a IGAI realizou, através de uma operação conjunta com a Câmara Municipal e Comando Regional da Boa Vista, dezenas de acções de fiscalização nos diversos estabelecimentos comerciais e de diversão noturna nesta que é considerada a segunda ilha mais turística de Cabo Verde depois do Sal.

Na sequência dessas ações, foram apreendidos mais de 1 milhão e 200 mil escudos de produtos irregulares e impróprios para consumo, destacando-se aguardente produzido à base de açúcar refinado, "racalda" e seus derivados, oriundos, na sua maior parte, da Ilha de Santiago.

Segundo as autoridades locais, os motivos de apreensão dos produtos em causa são vários, como a produção ilegal, o engarrafamento ilegal, a falta de rotulagem e de menções obrigatórias na rotulagem. Isto sem contar com a aguardente de matéria prima não identificada e de combinação de açúcar com a água.

De destacar que só nos últimos meses, o Comando Regional da Boa Vista já apreendeu dezenas de milhares de litros de aguardente produzidas ilegalmente, transportados nos barris e “baions”, cujo preço médio por litro ronda os 250 escudos.

Na sequência desta ação consertada de terreno, estão em curso, na IGAE, vários processos de contra-ordenação aos infractores envolvidos nos negócios dos produtos referidos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project