ESCREVA-NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Viagens na Terra, nossa! (Foto de escola vista da estrada) 05 Janeiro 2019

E da estrada a vista para a escola, cada vez mais deserta. Obrigadas a deixar a aldeia — tornada cartaz turístico, parada no tempo pois que sem estrada nova há mais de meio século — as crianças estão na escola da outrora vila da rainha de nome piedoso, hoje cidade da Ponta do Sol sediando o palácio municipal.

Viagens na Terra, nossa! (Foto de escola vista da estrada)

A aventura trouxe-os aqui. Vêm de longe, da Europa, estrangeiro da nossa ilusão tornada esperança. E até da Escandinávia – contou-nos um parente marinheiro que por lá andou, numa outra aventura, aquela que traduzimos por luta pela vida, diferente da aventura do turista. Quiçá, mas que sei eu?

Sei de outiva que esta estrada tem cem anos. A avó, já bisavó, é que nos guia. Há umas seis décadas esteve aqui, calcorreou-a a pé. A aventura dela era o dever de acompanhar a tia-avó que cumpria o dever de visitar uma prima recém-enlutada.

Avó descalça, romanticamente a imagina a neta. Riposta a octogenária: “Eu, tinha sapatos, não era só um, nem dois, mas três pares que me serviram durante longos anos, nada a ver com os barretes chineses que vocês compram e calçam logo na segunda-feira para não aguentarem até ao próximo domingo”. Traduzindo, foi isso que ela disse.

A estrada de hoje é, linha a linha, curva a curva, igual à de há cem anos. Deveria escrever entre aspas a idade, que ao certo não sabemos quando é que foi aberta coleando na rocha, sobre o mar. Por mãos que à picareta venceram a dura rocha. E não faltou a tragédia da picareta a cair de mãos que acabaram no mar lá em baixo, sem volta. Melhor é não lembrar estas tristes sagas de homens da terra que perderam no mar a vida, suprema graça de pobres e ricos.

E da estrada a vista para a escola, cada vez mais deserta. Obrigadas a deixar a aldeia — tornada cartaz turístico, parada no tempo pois que sem estrada nova há mais de meio século — as crianças estão na escola da outrora vila da rainha de nome piedoso, hoje cidade da Ponta do Sol sediando o palácio municipal.

E a foto é da escola fotogénica, pois que a estrada não o é.

Leitora identificada

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project