REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Toponímia especular — Lagos da partida à chegada 08 Junho 2019

Lagos, na Nigéria, a cidade mais populosa de África, nasceu pequenina aldeia de pescadores no lugar designado ‘ilha da Banana’ devido à sua forma. Aí em 1472 desembarcaram, ao fim de uma viagem de 5436 km, as naus comandadas por Rui Sequeira, da Casa do Infante, que lhe deu o nome da sua vila natal, Lagos, no sul de Portugal.

Toponímia especular — Lagos da partida à chegada

Por: Luiz Cunha

Meio milénio depois, a cosmopolita Lagos, coração da economia nigeriana e também a cidade mais segura em tempos de terrorismo, prolongou-se para terra a partir da ilha da Banana. Esta parte de Lagos outrora habitada por pescadores hoje está ao alcance só de bilionários porque o metro quadrado custa o mesmo que na novaiorquina Manhattan.

Lagos, a cidade mais populosa de África, secundando o Cairo, nasceu pequena em 1472, no outro lado da linha do Equador. Por afeição umbilical ou por analogia na configuração deram-lhe o nome da Lagos algarvia, que fazia 38 anos como porto de embarque das expedições para a descoberta da costa oeste-africana.

Pontos de partida e de chegada nessa aventura doce e amarga em que tomamos parte. É em 1434 que o infante dom Henrique (irmão do rei D. João II, o segundo da dinastia de Avis) se instala em Lagos, no sul de Portugal fazendo da região a plataforma para a África, a do norte e a da costa oeste-africana.

Gil Eanes deu o primeiro sucesso à empresa oeste-africana, vencendo o cabo do medo, ao transpor o Cabo Bojador (e que Pessoa lembrou no Mar Salgado, Quem quer passar além do Bojador /Tem de passar além da dor).

Durante 26 anos até à morte em 1460, o infante dom Henrique permaneceria em Lagos, perto da Ponta de Sagres. Uma das mais antigas cidades portuguesas, Lagos nasceu Laccobriga/ Lacóbriga, celta, no século XX a.C.

A cidade lusitana foi sucessivamente invadida ao longo de mais de três mil anos. Por cartagineses (sob os Barca, século III a.C), romanos (séculos II e I a.C — Laccobrica), visigodos (século V), árabes (entre 719 e 1340 – com nova designação encontrável em textos árabes: Halaq Al-Zawaia).

Sucessivamente reconquistada pelos cristãos, a cada nova invasão árabe ao longo do Século XIII, até que em 1340 a Batalha do Salado, que une o rei castelhano Afonso XI ao sogro português Afonso IV, expulsa definitivamente de Portugal os invasores árabes.

Fontes: Literárias e históricas. Foto: O prolongamento de Lagos para terra a partir da ilha com forma de banana, outrora habitada por pescadores hoje por bilionários porque o metro quadrado custa o mesmo que em Tóquio, ou no 7º bairro de Paris... ou na novaiorquina Manhattan.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project