ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Taxa de desemprego em finais de 2019 situou-se em 11,8%, correspondente a 27.676 pessoas, INE 04 Junho 2020

A taxa do desemprego em Cabo Verde em finais de 2019, de acordo com dados divulgados hoje pelo INE, situa-se em 11,8%, correspondente a 27.676 pessoas, registando um aumento de 1,1 pontos percentuais em comparação com o semestre anterior.

Taxa de desemprego em finais de 2019 situou-se em 11,8%, correspondente a 27.676 pessoas, INE

Com base nos Indicadores do Mercado de Trabalho 2019 realizado no final do segundo semestre, o Instituto Nacional de Estatística (INE) estima que a taxa de desemprego é de 11,8%, registando um aumento de 1,1 pontos percentuais, face ao semestre anterior (10,7%).

A população desempregada estimada em 27.676 pessoas, aumentou em relação ao semestre anterior, em 11,4%, com mais 2.833 pessoas disponíveis e à procura de trabalho.

Para o INE, a população empregada foi estimada em 206.389 pessoas, resultando numa taxa de emprego/ocupação de 51,0%, aumentando 0,1 ponto percentuais, em relação ao semestre anterior de 2019 (50,9%).

No segundo semestre de 2019 estima-se que 21.228 empregados estiveram em sub-emprego, tendo diminuído cerca de 32% (9.892 pessoas), quando comparado com o primeiro semestre do mesmo ano, contribuindo, deste modo, para uma redução da taxa de subemprego em 4,8 pontos percentuais (15,1% para 10,3%).

Estatisticamente, mais de metade dos empregos, 52,5%, são considerados informais, isto é, por conta própria no sector informal (44,2%) ou empregos por conta de outrem no sector privado que não beneficiam de protecção social (inscrição no INPS ou de férias anuais pagas e dias de repouso por motivos de doença pagos).

Os empregos informais no sector não agrícolas, como empregos nos sectores secundário e terciário, representam 47,0%, sendo que no meio rural representam 62,3% contra 43,1% no meio urbano.

A população economicamente activa, segundo dados apurados pelo INE, dilatou de 231.142 para 234.065 entre os dois semestres de 2019, representando crescimentos absoluto de 2.923 pessoas e relativo de 1,3%, com a taxa de actividade a passar de 57,1% para 57,8%, registando um aumento de 0,7 pontos percentuais, no mesmo período.

Enquanto isto, a população inactiva, com 15 anos ou mais, estimada em 170.972, diminui 1,6% (2.862 pessoas), face ao semestre anterior.

Dados do INE consideram que os jovens de 15-35 anos sem emprego e fora do sistema de ensino ou formação, estimados em 54.206, representam 26,1% dos jovens nesta faixa etária, sendo que destes 73,3% abandonaram os estudos sem concluir o ensino secundário, ao passo que 45,4% iniciaram este nível, mas ainda não o concluíram.

Cerca de 19,5% tem como nível de instrução o ensino secundário completo e 7,2% nível pós-secundário e destes 4,1% tem nível superior completo.

O INE esclarece que face à situação da pandemia de covid-19 e, a consequente decretação do Estado de Emergência, teve também limitação interna, própria do momento, na produção das estatísticas oficiais.

Ainda assim, garante que tem vindo a assegurar os compromissos assumidos e que continuará a manter o seu calendário actualizado em relação à publicação estatística prevista para 2020 e, em alguns casos, com alguns ajustamentos nas datas de publicação. C/ Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project