CARNAVAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Protecção das tartarugas e das crianças, morna e mandingas fizeram Carnaval de domingo 24 Fevereiro 2020

Treze grupos espontâneos alegraram, este domingo, as ruas da cidade do Mindelo, vindos de diversas localidades da ilha e trazendo também uma temática variada, entre os quais, mandingas, protecção das tartarugas e das crianças e ainda morna.

São Vicente: Protecção das tartarugas e das crianças, morna e mandingas fizeram Carnaval de domingo

Vindo de zona um pouco distante, o grupo de São Pedro foi um dos que destacou ao trazer a mensagem de preservação da tartaruga e do meio ambiente, materializada através da participação de diversas crianças, mas também de alguns graúdos, que até vieram munidos de vassouras, pás e contentores e apanharam todo o lixo encontrado pelo caminho.

O Monte Sossego Mirim, que serve de “escola” para a geração mais nova do grupo oficial, é outro dos mais esperados nos desfiles do domingo, no Mindelo, e tem tentado sempre inovar. Agora, em 2020, trouxe para o sambódromo a elevação da morna a Património da Humanidade com mais de uma centena de crianças.

Igualmente, quem não faltou foram os mandingas, que de saiote e cara pintada vieram de Ribeira Bote, Fonte Filipe, Fernando Pó, Espia e do Lixão, mas sempre acompanhados de novos pupilos, que, com certeza, são a garantia da preservação deste costume mindelense.

Os Mandingas do Lixão, inclusive, trouxeram uma composição própria para lembrar a necessidade de proteger as crianças, que são o “futuro do amanhã”.

Desta forma, as centenas de pessoas que deslocaram-se à baixa da cidade estiveram entretidas com a espontaneidade dos grupos, mas também de figuras individuais, que quiseram mostrar cada um a sua criatividade e nas mais variadas formas.

Entretanto, nesta segunda-feira a folia está a cargo, principalmente das escolas secundárias e do Trio Convivência de Ribeirinha, que desfilam a partir das 15:00, e mais à noite as atenções voltam-se para a Escola de Samba Tropical, um dos grupos mais famosos de Cabo Verde, por ostentar “pomposidade, brilho e glamour” nos seus desfiles, que ocorrem tradicionalmente à noite, com foliões de várias ilhas de Cabo Verde e também emigrantes.

Grande desfile de blocos oficiais na terça-feira

Na terça-feira, das 14:00 às 14:30, há ainda os grupos do Carnaval espontâneo, que vão mostrar a sua criatividade ao público, em disputa ao Prémio Kakoi – Carnaval Artesanal, atribuído pelo Ministério da Cultura através do Centro Nacional de Artesanato e Deisgn (CNAD).

Depois disso, a arena da Rua de Lisboa abre-se aos cinco grupos oficiais. O primeiro a entrar é o Flores do Mindelo, seguido do Cruzeiros do Norte, Monte Sossego, Vindos do Oriente e por último Estrela do Mar. A mesma rua acolhe ainda o baile popular de Carnaval animado por Constantino Cardoso, Gai Dias e Anísio Rodrigues

A entrega de prémios acontece na quarta-feira, a partir das 15:00. C/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project