Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santo Antão: Candidatos mostram-se confiantes e fazem balanço “positivo” desta primeira semana de companha eleitoral 07 Abril 2021

Os 3 candidatos para o círculo eleitoral da ilha dizem que a aceitação das pessoas no terreno tem sido “altamente positiva”, durante esta primeira semana de campanha eleitoral com mensagens de confiança e mudança em contacto com as diversas localidades de Santo Antão. Apesar de comportamentos pouco devido aos materiais de campanha dos diferentes partidos, continuam focados nos seus objetivos.

Santo Antão: Candidatos mostram-se confiantes e fazem balanço “positivo” desta primeira semana de companha eleitoral

UCID denuncia vandalismo do seu material de campanha

José da Graça, cabeça de lista da UCID, avalia positivamente a atuação do partido no terreno, quando, até ao momento, já visitaram a maior parte das comunidades desta ilha e que há abertura muito interessante para a candidatura da UCID.
Graça diz que as pessoas já assimilaram as mensagens do UCID, principalmente no que se refere a necessidade de haver um equilíbrio das forças politicas no parlamento e das vantagens de um governo que não seja de maioria absoluta.
“Acreditamos que os objetivos mínimos da UCID serão alcançados nesta ilha, que é, no mínimo, eleger uma representação parlamentar nesta ilha”, frisa o democrata cristão.

Entretanto, José da Graça acrescenta que, ainda há pessoas a vandalizar o material de campanha do UCID, principalmente nos “concelhos do Paul e de Porto Novo”.
Apesar deste ponto negativo, o cabeça-de-lista afirma que este comportamento é “um sinal de fortalecimento”, que a UCID está a “incomodar” muita gente e que ao fim ao cabo, o partido está no “bom caminho”.

Esta quarta-feira, uma equipa da candidatura da UCID focou as suas mensagens em Figueiral de Ribeira Grande e Ribeirão, e a outra na Cidade do Porto Novo. Conforme Graça, ainda está por decidir a agenda desta quinta-feira.

Uma semana intensa para PAICV

O PAICV não foi diferente na sua avaliação nas suas atuações nos très concelhos da ilha. A cabeça-de-lista do PAICV, Rosa Rocha, diz que esta primeira semana foi bastante “intensiva” de trabalho de comunicação para o eleitorado, que a população se mostra “recetiva” e que está claro que a avaliação desse governo é “extremamente negativo”.

“Temos várias zonas que praticamente o governo não colocou nenhuma pedra. E estão a reciclar promessas para trazerem novamente as pessoas”, frisa Rosa que afirma a necessidade de a população saber que é mais uma “tentativa do governo enganar as pessoas”.

Rosa Rocha avança ainda que a camapnha eleitoral vai ser, na próxima semana, muito mais intensa com a visita da líder do PAICV, Janira Hoffer Almada, a Santo Antão, e que juntos estão a trabalhar para trazer um excelente resultado à ilha das montanhas.

A onda amarela esteve, esta quarta-feira em Paúl e amanha, quinta-feira, a comunidade de Alto Mira, no interior de Porto Novo, vai ouvir mensagens de «Cabo Verde para Todos».

MpD incontactável para fazer balanço

Já o Movimento para a Democracia, até o fecho da edição, não obstante as várias tentativas, mais uma vez não foi possivel este jornal entrar em contacto com os membros do partido.

No entanto, esta terça-feira, em deslocações às localidades de Ribeira das Pombas, Tarafe, Praia de Gi e Janela, no município do Paul, Jorge Santos, cabeça de lista do MpD, deixou a “garantia” de que, caso o partido vença as eleições, até 2026, irão resolver todos os problemas de habitação social em Santo Antão e em todo o País.

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, contra PAICV que ficou 29 eleitos e a UCID com três parlamentares em São Vicente.
AC

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project