DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

SUPER DRAGÕES HOMENAGEARAM ADEPTO CABO-VERDIANO MORTO NOS FESTEJOS DO TÍTULO FC PORTO 14 Maio 2022

O cabo-verdiano Igor Silva, adepto, também com a nacionalidade portugesa, assassinado, à facada, na madrugada do passado domingo, 8 de maio, durante os festejos do FC Porto pelo título de campeão, foi homenageado ao longo do jogo deste sábado com o Estoril.

SUPER DRAGÕES HOMENAGEARAM ADEPTO CABO-VERDIANO MORTO NOS FESTEJOS DO TÍTULO FC PORTO

Segundo o A Bola, um grupo de adeptos esteve no Estádio do Dragão com t-shirt branca e uma fotografia do jovem. Os Super Dragões exibiram também uma tarja onde se lia «Igor como nós, um de nós», além de terem entoado o nome do adepto.

Recorde-se que o torcedor esfaqueado e morto foi reconhecido como Igor Silva. Ele tinha sido jogador de futebol, era atacante e representou o FC Infesta, equipe que disputa um torneio regional da região do Porto, na temporada passada.

Com dupla nacionalidade, portuguesa e cabo-verdiana, Igor passou pelas categorias de base de clubes como Leixões, Progresso, Rio Ave e Gondomar até 2012.

Entretanto, a Polícia Judiciária deteve, na terça-feira passada, o principal suspeito pela morte do jovem de 26 anos, nos festejos do título do FC Porto. O alegado agressor esteve em fuga e deverá ser, entretanto, presente a um primeiro interrogatório judicial.

Conflito e esfaqueamento mortal do Igor

Conforme a imprensa lusa que cita as autoridades, o detido e a vítima estavam se estranhando em diferentes situações desde janeiro passado. Na madrugada de domingo, o detento e um grupo de amigos perseguiram a vítima, espancando-a e chutando-a, acrescentou a polícia.

O homem conseguiu fugir, mas foi seguido pelo detido que “portando uma faca de dimensões significativas, o feriu repetidamente e com extrema violência, causando a sua morte”, concluiu o comunicado dos policiais.

As autoridades revelam que na briga, uma mulher, que acompanhava a vítima, também ficou gravemente ferida. Segundo o jornal português ‘Público’, o detido é filho de um conceituado membro dos Super Dragons, uma das mais importantes torcidas organizadas do Porto, com um longo histórico de incidentes violentos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project