AME e KJF

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Rincon Sapiência representa o rap brasileiro no Kriol Jazz Festival em Cabo Verde 04 Abril 2019

Está confirmada a novidade. Depois de receber artistas brasileiros como Lenine (2009), Chico César (2014) e Maria Gadú (2017), a 11ª edição do Kriol Jazz Festival em Cabo Verde recebe, no dia 6 de Abril, o Mc, produtor e empresário Rincon Sapiência, como representante do rap brasileiro. Denominada de Zona Kriol, esta será a primeira noite do festival, com entrada gratuita, e ocorrerá no bairro de Vila Nova, que fica nos arredores da cidade da Praia.

Rincon Sapiência representa o rap brasileiro no Kriol Jazz Festival em Cabo Verde

Segundo o seu gabinete de Comunicação e Imagem em contacto com o Asemanaonline, classificado entre os 25 melhores festivais do mundo pela revista inglesa Songlines, o Kriol Jazz Festival já é uma marca no mercado internacional e este ano homenageia os compositores Pedro Rodrigues e Daniel Rendal.

Está sendo projectado com o objetivo de promover a música de inspiração crioula - artistas de Cabo Verde dividem palco com grandes nomes de África, Europa, Américas e Caraíbas. O Festival que este ano ocorre nos dias 6, 11, 12 e 13, também recebe no primeiro dia os músicos Azagua, Trakinuz e Bulimundo (Cabo Verde).
Conforme a fonte referida, a abertura oficial ocorre no dia 11 na Praça Luis Camões, e no dia 12, que será pago, o Festival também recebe os artistas brasileiros Zeca Pagodinho e Roberta Campos. De acordo com a produtora Harmonia, responsável pelo Festival em conjunto com a Câmara Municipal da Praia, considera que a predominância de artistas de língua portuguesa é oportuna, uma vez que Cabo Verde assumiu a presidência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Rincon Sapiência e percurso

Para a produção, o MC, produtor e empresário Rincon Sapiência é um artista de destaque na cena musical brasileira. Em 2017, lançou Galanga Livre, seu álbum de estreia, que entrou para a lista dos 50 melhores álbuns da música brasileira de 2017 da Associação Paulista dos Críticos de Artes (APCA) e ganhou dois troféus do Superjúri no Prêmio Multishow daquele ano. A premiação também rendeu o título de Revelação do Ano, reforçado pela sua eleição como Artista do Ano pela APCA e a escolha como melhor disco do ano pela revista Rolling Stone Brasil Desde então, Sapiência tem trabalhado na divulgação do álbum no Brasil e no exterior, período em que também reafirmou a sua versatilidade artística em parcerias musicais com Sidney Magal, Alice Caymmi, Rubel, Drik Barbosa e IZA. Recentemente, o artista lançou o seu próprio selo musical independente, chamado MGoma, apostando em seu reconhecimento como um dos produtores musicais mais respeitados da cena», destaca a mesma entidade.

A fazer fé na mesma fonte, atualmente, o artista se dedica à produção de seu segundo álbum e no início deste ano foi indicado como melhor cantor no Troféu Imprensa 2018 do SBT, sendo o primeiro artista de rap em 10 anos de premiação, cujos ganhadores ainda não foram divulgados.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project