ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

RELATÓRIO CPI TACV: COMPANHIA AÉREA DE CABO VERDE RECEBEU AVALES DE €70 MILHÕES DESDE 2012 29 Maio 2018

A companhia pública de aviação cabo-verdiana (TACV) recebeu, desde 2012, avales do Estado no valor de cerca de 70 milhões de euros como garantia de operações de crédito, segundo informação disponível no Boletim Oficial de Cabo Verde.

RELATÓRIO CPI TACV: COMPANHIA AÉREA DE CABO VERDE RECEBEU AVALES DE €70 MILHÕES DESDE 2012

A informação surge, em parte, segundo a Lusa, sistematizada no relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) à gestão dos TACV, que deverá ser debatido na sessão parlamentar de junho.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi criada por proposta do Movimento para a Democracia (MpD), no poder, para averiguar a gestão da companhia aérea pública cabo-verdiana desde 1975 a 2017, contando com seis deputados da maioria (MpD) e quatro da oposição (PAICV). A proposta da criação de um outro CPI pelo PAICV para averiguar suspeitas de corrupção no contrato que o governo celebrou com a Binter-CV e Icelandair, foi chumbada pela bancada do MPD no poder.

Outros avales do acutal governo por incluir

A informação compilada no relatório sobre as garantias prestadas pelo Tesouro à empresa de Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) para avalizar operações de crédito abrange, segundo ainda a Lusa, o período entre maio de 2012 e junho de 2017.

Entretanto, o montante referido não inclui outros avales consideráveis concedidos posteriormente pelo governo de Ulisses Correia e Silva, no quadro do processo da privatização da companhia nacional de bandeira - uma parte destina-se à indemnização dos trabalhadores despedidos, cujo processo está a ser fortemente criticado pelo sindicato representativo do colectivo - SITHUR.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project