CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Produtor de Santo Antão: Grogue do Tarrafal de Monte Trigo já pode ser exportado para mercados internacionais 05 Maio 2018

O grogue que se produz no Tarrafal de Monte Trigo, Santo Antão, que está a ser engarrafado pela empresa “M&G” (Música e Grogue), já pode ser exportado para o estrangeiro, o que vai acontecer a partir de Julho.

Produtor de Santo Antão: Grogue do Tarrafal de Monte Trigo já pode ser exportado para mercados internacionais

Simão Évora, produtor e um dos sócios da M&G, que se dedica à conservação, promoção e comercialização do grogue dessa localidade, confirmou à Inforpress que esta empresa já tem o certificado que o permita exportar este produto para mercados internacionais, estando a criar as condições para que tal aconteça.

Segundo a mesma fonte, Évora avançou que, tendo já a licença de exportação, a M&G já se prepara para colocar, já a partir de Julho ou Agosto, o grogue do Tarrafal de Monte Trigo em alguns países europeus, sobretudo junto da diáspora cabo-verdiana.

O grogue do Tarrafal de Monte Trigo já goza de “excelente aceitação” no mercado nacional, segundo este promotor que explica que a M&G, que aposta no engarrafamento e comercialização do grogue natural e velha, além de derivados, acredita que o produto terá, também, bem aceite além-fronteira.

Conforme os promotores, se trata de “uma experiência piloto”, em que se pretende engarrafar, nesta fase, mil litros de grogue velha e normal, com marca do Tarrafal de Monte Trigo, produto que já está a ser colocado nos mercados turísticos nacionais e, dentro de pouco tempo, na Europa.

Outro “grande desafio” dos produtores tem a ver agora com a certificação do grogue produzido no Tarrafal de Monte Trigo, como forma de torná-lo mais competitivo e facilitar a sua inserção nos mercados internacional, acrescenta a Inforpress.

O grogue de Santo Antão desfruta de “alguma facilidade de escoamento” para os Estados Unidos e Europa, embora o valor do produto nesses mercados esteja “aquém do desejável”, segundo a Câmara de Comércio de Barlavento.

A inserção do grogue de Santo Antão na lista das bebidas alcoólicas comercializadas nos principais mercados internacionais constitui uma das principias aspirações dos produtores desta ilha, conclui a fonte que vimos referindo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project