LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Presidente Marcelo levou afeto ao ’Jamaica’ — Só esqueceu de convidar PSP 08 Fevereiro 2019

Segunda-feira, 4, os moradores do agora ’famoso’ bairro degradado Jamaica, na outra banda do Tejo, tiveram um visita surpresa: o presidente Marcelo fez selfies, distribuiu beijos e abraços. Horas depois a polícia queixava-se de ’discriminação’: o presidente recusara recebê-los.

Presidente Marcelo levou afeto ao ’Jamaica’ — Só esqueceu de convidar PSP

O Presidente Marcelo decidiu visitar o bairro dito da Jamaica — onde em 20 de janeiro começou uma surpreendente "crise racial" (seja lá o que isso for) — e causou rebulício na sociedade portuguesa, que se dividiu entre os que acham bem e os que acham mal.

A decisão surgiu, segundo relata, esta quarta-feira, o Diário de Notícias, de forma "tão repentina que nem os seguranças que acompanhavam o Presidente sabiam onde iam quando o viram mudar de direção no trajeto que cumpriam desde Cascais".

"Ele vinha a conduzir, sozinho. Chegaram aqui e saiu um segurança que me chamou e disse ’estamos aqui com o Presidente. Eles não sabiam quem eu era, apresentei-me e o Presidente começou a fazer perguntas", contou ao DN o vice-presidente da Associação de Moradores do Bairro de Vale de Chícharos (este o nome oficial do mais conhecido por Jamaica), e cujas casas inacabadas foram ocupadas a partir dos anos de 1980 por famílias na sua maioria oriundas de Angola.

Fontes: Televisões/ site da presidência portuguesa/ Outras referidas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project