LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Descarrilamento de comboio mais veloz deixa mortos e feridos 01 Agosto 2020

O balanço na manhã deste sábado,01, dá conta de duas mortes e 44 pessoas feridas, oito delas "muito graves". O descarrilamento aconteceu na tarde de sexta-feira, em Soure, a meio do percurso Lisboa-Braga do ’Alfa pendular’, o comboio mais veloz do país.

Os dois funcionários operadores do veículo de manutenção ferroviária que colidiu com o Alfa, ambos de 57 anos, tiveram morte imediata, informaram as autoridades de Coimbra, o distrito em que se deu o acidente.

O maquinista do comboio é o ferido mais grave de entre as quarenta e quatro pessoas que foram levadas para os hospitais vizinhos de Coimbra e Figueira da Foz, segundo a mesma fonte.

Segundo informação do Ministério dos Transportes, um total de duzentas e doze pessoas viajavam no Alfa que liga Lisboa e Porto em três horas. A circulação está interrompida e prevê-se a reabertura da linha descendente (Norte-Sul) às primeiras horas de domingo.

O ministro Pedro Santos disse aos jornalistas na tarde de sábado: "O que nos foi informado pela Infraestruturas de Portugal há pouco foi que até à meia-noite, em princípio, uma das linhas pelo menos estará já pronta pra ser operada".

O presidente visitou o local do acidente e falou para deixar uma mensagem de confiança na segurança ferroviária, dado "o grau de sofisticação tecnológica da ferrovia envolvida", a Linha do Norte.

Marcelo Rebelo de Sousa destacou que o caso "que ocorreu ontem" é "muitíssimo raro".

Fontes: RTP/Lusa/JN. Foto (oficial CP): Comboio Alfa — de alta velocidade (220km/h) —que liga as principais cidades portuguesas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project