MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Alvejou três vezes o marido, fugiu da vila na rota de Fátima e ao 3º dia noticiada captura 09 Janeiro 2019

Uma mulher de 43 anos dispara sobre o companheiro de 54 anos, não uma, mas três vezes e ele sobrevive. Ela põe-se em fuga, com a polícia no seu encalce e com o país dos brandos costumes em alerta. Ao terceiro dia, os noticiários sossegam o país: ela foi capturada, apesar de estar bem disfarçada, a mais de 100 quilómetros de casa, numa estação da capital quando ia sair do país de comboio.

Portugal: Alvejou três vezes o marido, fugiu da vila na rota de Fátima e ao 3º dia noticiada captura

A pacata vila de Porto de Mós, no centro de Portugal, é conhecida pelos peregrinos de Fátima como ponto de passagem. Nos livros consta como lugar de milagres, por Nossa Senhora, durante a guerra dos cristãos aos muçulmanos. De resto é o silêncio total.

Até que no segundo dia do novo ano, Porto de Mós salta para os noticiários. Uma mulher de 43 anos, Cristina Nascimento como a TVI divulgou este domingo, 6, disparou três vezes sobre o marido e pôs-se em fuga no carro dele.

O homem foi hospitalizado com ferimentos, mas está fora de perigo.

Quarta, quinta e sexta-feira, a polícia mobilizou-se para capturar a fugitiva. Ela ia escapando-se, disfarçada. Até conseguiu, apesar do alerta dado de imediato, chegar à capital, a cem quilómetros da casa (foto) onde tudo aconteceu.

Violência praticada por mulheres

É um fenómeno muito mais raro, note-se. Apesar do mediatismo dado ao caso.
A violência dos homens contra as mulheres continua a dominar em 90 por cento dos casos, segundo estatísticas mundiais.

Fontes: Televisões. Fotos em captura de ecrã.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project