POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

PSD contesta acordo com EUA: Cabo Verde vai ficar a perder externamente a nível político e económico com a ratificação do SOFA 20 Setembro 2018

O Partido Social Democrata (PSD) considera que Cabo Verde vai ficar a perder externamente a nível político e económico com a decisão do Presidente da República em ratificar o SOFA (Status of Forces Agreement).

PSD contesta acordo com EUA: Cabo Verde vai ficar a perder externamente a nível político e económico com a ratificação do SOFA

Em conferência de imprensa, hoje, na Cidade da Praia, o coordenador político nacional do Partido Social Democrático (PSD), Rui Além, considerou que a fragilidade de Cabo Verde fica exposta quando politica e comercialmente se constata que a Constituição e a lei “de nada servem”.

Rui além lamentou a posição dos partidos com assentos parlamentares, designadamente o PAICV e a UCID, por abstiveram-se aquando da aprovação do referindo diploma no Parlamento.

“O povo não merece tais representantes, que sirva de lição para que o povo abra os olhos”, frisou o social-democrata citado pela agência cabo-verdiana de noticias.

Quanto à fiscalização sucessiva do SOFA prometida pelo PAICV, Rui Além espera que esse partido tenha “competência” para impugnar esse acordo.

Para o coordenador nacional do PSD, com ratificação do SOFA, ficou claro que “toda a “palhaçada teatralizada por Jorge Carlos Fonseca e o ministro Luís Filipe Tavares foi apenas para fazer o povo dormir, enquanto vendiam Cabo Verde em manobras por baixo do pano.”

A ratificação do acordo militar com os Estados Unidos (Status of Forces Agreement, SOFA) foi anunciada, esta quarta-feira,19, pelo Presidente da República, numa declaração ao país, antes de seguir, hoje,20, em visita oficial, rumo aos Estados Unidos da América.

Jorge Carlos Fonseca, que por vezes criticou o Governo que afirmou não lhe ter dado o devido conhecimento do acordo, explicou que não vislumbrou qualquer matéria que lhe tenha suscitado “fundadas dúvidas” sobre a sua constitucionalidade, nesse documento que tanta polémica gerou nos últimos tempos.

O acordo SOFA, assinado entre Cabo Verde e os EUA, em Setembro de 2017, e aprovado pelo Parlamento a 29 de Junho passado, define, prossegue a mesma fonte, os termos da cooperação militar com os EUA e o estatuto dos soldados norte-americanos em território cabo-verdiano.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project