MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

“Obrigado, Alexa”: Google maravilha ou atalho de preguiça 05 Janeiro 2019

“Alexa”, o aplicativo que veio facilitar a vida aos especialistas dos rankings, está também ao alcance de miúdos como o Jariel de seis anos que, em vez de se dar ao trabalho de usar a cabeça, contar pelos dedos, usou estes para teclar a pergunta sobre quanto é “5-3”.

“Obrigado, Alexa”: Google maravilha ou atalho de preguiça

A voz do filho a dizer “Obrigado, Alexa” alertou a mãe atarefada na preparação de uma festa para a véspera deste Natal. O filho estava a fazer batota no trabalho que a professora lhe marcara para as férias.

A interação de voz no aplicativo permitiu a Yerelyn Cueva intervir de imediato para interromper o ’copianço’ do TPC (trabalho de casa) permitido pelo aplicativo Alexa.

Este, que veio facilitar a vida aos especialistas dos rankings, está também ao alcance de miúdos como o Jariel de seis anos que em vez de se dar ao trabalho de contar pelos dedos, usou estes para teclar a pergunta sobre quanto é “5-3”.

Os TPC (homework) são uma prática habitual nas escolas americanas. E os pais cansados chegam à casa para enfrentar o esforço de ajudar os filhos com a grande quantidade de trabalho que a escola manda fazer em casa.

Estudos têm vindo a apontar que esta caraterística marcante da escola pública tem vindo a constituir-se em importante fator de seleção social. Além do próprio cansaço — ao fim de um dia de trabalho e horas no trânsito —, acrescente-se a falta de preparação de muitos destes pais, imigrantes e ou com escolaridade abaixo da média, para se perceber a dificuldade da tarefa. Tão difícil como a de Sísifo a empurrar o rochedo montanha acima. Fontes: You Tube / N Y Post (foto).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project