POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Municipais de 2020: Liderança da JPAI reúne-se com concelhias de Santiago para preparar a agenda autárquica 03 Agosto 2019

A liderança nacional da JPAI reúne-se, neste sábado, no 5º Piso da Palácio da Assembleia Nacional, com todos os membros do Secretariado Nacional e presidente das estruturas concelhias de Santiago - Praia, São Domingos, Ribeira Grande de Santiago, Santa Catarina, Santa Cruz, Tarrafal, Calheta de São Miguel, São Salvador do Mundo e São Loureço do Órgãos. O objetivo é preparar a agenda da juventude tambarina para as autárquicas de 2020 - quer participar no combate politico de terreno e estar presente nas listas para os diferente órgãos autárquicos.

Municipais de 2020: Liderança da JPAI reúne-se com concelhias de Santiago para preparar a agenda autárquica

Esta reunião - decorre das 8h00 às 16h00 - será presidida pelo líder da Juventude do PAICV, Fidel Cardoso de Pina. A organização pretende debater com profundidade o contributo que a JPAI pode dar ao maior partido da oposição e a Cabo Verde nas eleições municipais que se avizinham. «A JPAI quer promover a auscultação da Juventude e delinear uma espécie de Caderno Reivindicativo da Juventude junto das candidaturas do PAICV e não só. A JPAI considera que a Agenda Autárquica do PAICV deve poder reflectir as preocupações da Juventude em domínios como o acesso ao emprego dígno e a oportunidades económicas, mas também à habitação condigna; à proteção e segurança social, ao desporto, a um ambiente saudável e propiciador melhores condições de saúde e bem-estar», desta em comunicado.

Segundo a mesma fonte, a JPAI quer poder participar no processo de desenvolvimento do seu município e da sua comunidade, defendendo que lhe deve ser proporcionado espaços novos e recriados de participação na vida pública. «É nossa convicção que uma Agenda Autárquica concebida com os jovens e para os jovens, contribuirá de sobremaneira para a recuperação gradual da confiança dos jovens na Política e nos políticos e, consequentemente, contribuir para a redução da taxa da abstenção que tem vindo a ser assustadora nas últimas eleições, sobretudo no seio do eleitorado jovem», realçou.

Foco nos graves problemas do meio rural

Para o Vice-Presidente da JPAI, José Cardoso, no mundo rural tem que se poder ter capacidade de refletir e de encontrar formas criativas e prósperas para empreender nos sectores primário e secundário, que são fundamentais para a dinamização da economia cabo-verdiana. «A empresaralização da agricultura com base o uso intensivo de técnicas mais modernas de produção, a adequada organização da cadeia de valor de um conjunto de produtos com boa procura no mercado interno e turístico, a modernização da pecuária, o investimento no sector das pescas, também estruturando a cadeia de valor dos produtos da pesca, reabilitando as infraestruturas degradadas e transformando-as em Unidade de Transformação e Agregação de Valor, a aposta na formação dos pescadores e peixeiras para que saibam agregar valor aos produtos do mar, a aposta nos desportos náuticos e no turismo ecológico, a par das oportunidades oferecidas pelo crescimento do Turismo na ilha de Santiago nos últimos anos e das possibilidades de Comércio Electrónico, devem merecer a devida atenção dos autarcas e candidatos a autarcas do PAICV», avisando que a JPAI esforçará para que assim seja.

Aspirações dos jovens e participação nas autárquicas

A pensar nisso, a liderança de Fiel Cardoso de Pina disse que a organização tem de estar preparada e estruturada para contribuir com os seus subsídios no desenho das medidas de política constantes das plataformas eleitorais do PAICV e que deverão espelhar as aspirações da Juventude em todos os Concelhos do País. «Os graves problemas que afectam a Juventude, nomeadamente o desemprego, a precariedade laboral e habitacional, as dificuldades financeiras para aceder ao Ensino Superior no País e no estrangeiro, a ausência de políticas de formação profissional que garantam percursos formativos alternativos, previsível e em todos os Concelhos, bem com a perda de população jovem em vários municípios do país, que preocupa seriamente a JPAI».

Por isso, considera que «a Juventude cabo-verdiana deve preparar-se para participar ativamente nas próximas Eleições Autárquicas, quer integrando as listas aos órgãos municipais, quer influenciando as Plataformas dos vários Candidatos para que sejam adoptadas políticas locais favorecedoras do desenvolvimento económico, da criação de novas empresas e de novos e melhores oportunidades de emprego e rendimento, para além de um conjunto de políticas públicas que beneficiam a Juventude e as familias».

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project