LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Moçambique: Parlamento pede agilidade e condena imunidade nas dívidas ocultas 26 Abril 2018

A Frelimo pediu, nesta quarta-feira,25, à Procuradoria-Geral da República (PGR) de Moçambique ´agilidade´ no processo judicial sobre as dívidas ocultas, enquanto os dois maiores partidos da oposição, Renamo e MDM, criticaram a impunidade dos autores desses empréstimos.

Moçambique: Parlamento pede agilidade e condena imunidade nas dívidas ocultas

Segundo a Lusa, as bancadas parlamentares da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo, no poder), da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo, principal partido da oposição) e do Movimento Democrático de Moçambique (MDM, terceiro maior partido) pronunciaram-se sobre a questão das dívidas ocultas, quando reagiram à informação que a procuradora-geral da República, Beatriz Buchili, deu hoje sobre o desempenho da sua instituição em 2017.

«A sociedade moçambicana pede à justiça agilidade no esclarecimento deste caso e a bancada da Frelimo partilha desta perceção», afirmou o vice-presidente da Assembleia da República e deputado pela Frelimo, José Amélia.

O deputado da Frelimo disse que para a sociedade moçambicana o esclarecimento criminal em relação às dívidas ocultas está a levar muito tempo, transmitindo a ideia de que os prazos de instrução preparatória poderão ser ultrapassados, refere a Lusa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert

Newsletter

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project