LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Moçambique: Advogados do ministro Manuel Chang acusado de desvios de fundos públicos reúnem-se com Procuradora da República 08 Janeiro 2019

A Procuradora Geral da República, Beatriz Buchilli, manteve sexta-feira, em Maputo, um encontro com os advogados de defesa do antigo ministro moçambicano das finanças, Manuel Chang, acusado de estar envolvido no desvio de fundos públicos, no caso de «dívidas ocultas», no valor de 2.000 milhões de dólares.

Moçambique:  Advogados do ministro Manuel Chang acusado de desvios de fundos públicos reúnem-se com Procuradora da República

Segundo a Televisão de Moçambique (TVM), que cita uma fonte da PGR, o encontro, conforme o jornal A Bola África, realizou-se a pedido da sua defesa, no âmbito da preparação da audição do antigo governante e actual deputado da Frelimo, que se encontra detido na África do Sul em conexão com o caso «dívidas ocultas».

Segundo a fonte, os advogados, cujos nomes não foram revelados, pretendiam inteirar-se do processo de investigação em curso na PGR no âmbito das dívidas ocultas.

A Procuradoria-geral da República promete, segundo a TVM, pronunciar-se sobre o assunto ainda hoje, segunda-feira, em Maputo.

Manuel Chang foi detido dia 29 de Dezembro em Joanesburgo, quando se preparava para embarcar para Dubai. A detenção foi a pedido das autoridades norte-americanas, que pedem a sua extradição.

O antigo ministro das Finanças volta a ser ouvido, amanhã, terça-feira por um tribunal sul-africano e os advogados de Chang dizem que tudo farão para que seu cliente seja liberto sob pagamento de fiança.

A justiça norte-americana marcou a primeira audição com Manuel Chang no próximo dia 22 de Janeiro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project