MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Marido furioso paga-se com venda de rim da esposa sem dote 10 Fevereiro 2018

O ser humano é capaz das mais sublimes ações, mas também das mais sórdidas como se vê no caso denunciado esta semana, na Índia, de um marido que, furioso por não ter recebido o tradicional dote, se ressarciu vendendo o rim da esposa enganando-a que ia ser operada à apendicite.

Marido furioso paga-se com venda de  rim da esposa sem dote

Esta segunda-feira a prisão do homem e do irmão tornou público o caso insólito, que começou há dois anos quando Rita Sarkar foi levada ao hospital da região, o North Bengal Medical College and Hospital, para uma apendicectomia.

Após a operação, ela continuou a sofrer das mesmas dores de que se queixava antes e com o tempo piorou. Ela rogou ao marido que a levasse ao médico, mas ele esquivava-se. Até que Rita decidiu recorrer à sua família de origem.

Há três meses, ajudada pela sua família de origem, a mulher de 28 anos foi a uma consulta. O diagnóstico era tão inacreditável que procuraram um segundo médico para confirmar que tinha sido extraído à jovem mulher não um apêndice inflamado mas o rim direito.

Confirmado o crime de extração do órgão, ela apresentou queixa contra três membros da sua nova família. A esta queixa, juntou a das torturas que a sogra lhe infligiu durante os doze anos do casamento.

O marido e o irmão dele foram presos e vão responder pelos crimes de tráfico de órgãos, homicídio tentado. A sogra conseguiu fugir, mas tem agora um mandado de captura interestadual.

O sistema de dote é uma prática milenar que resiste apesar de proibida pela lei. Contam-se com frequência casos de tortura, regra geral exercida pela mãe do marido, sobre a mulher cuja família não consegue pagar o dote.

Rede de tráfico sob investigação

O Hindustani Times noticia que a confissão do marido da vítima levou a polícia ao hospital onde foi realizada a operação ilegal. A investigação segue a pista de uma rede de traficantes de órgãos.

Fontes: Lexpress. Washington Post. Hindustani Times. Foto:Rita Sarkar abraçada ao filho de 11 anos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project