LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Lula diz -se livre para libertar o Brasil da "loucura" bolsonarista 10 Novembro 2019

“ É preciso cuidar da educação, cuidar do emprego, cuidar do salário, cuidar da cultura, cuidar do prazer e da alegria. Aliás, a juventude não vive se não tiver prazer, motivação de vida, e é isso que nós temos que oferecer para vocês”, disse ex-Chefe de Estado do Brasil.

Lula  diz -se livre para libertar o Brasil da

Segundo a revista Fórum citado pela TV 247, libertado nesta sexta-feira (8) depois de 580 dias preso em Curitiba, o ex-presidente Lula postou seu primeiro vídeo no Instagram, mandando um recado para seus seguidores. “Quero agradecer do fundo do coração toda a solidariedade de vocês e dizer para vocês que estou livre para ajudar a libertar o Brasil dessa loucura que está acontecendo no nosso país. É preciso cuidar da educação, cuidar do emprego, cuidar do salário, cuidar da cultura, cuidar do prazer e da alegria. Aliás, a juventude não vive se não tiver prazer, motivação de vida, e é isso que nós temos que oferecer para vocês”, declarou.

Lula ainda brincou com os seguidores. “Eu queria falar com os meus seguidores do Instagram. Eu tenho 74 anos de idade do ponto de vista biológico, mas tenho 30 anos de energia e 20 anos de tesão, tá? Só para vocês ficarem com inveja desse jovem que está falando com vocês”, disse rindo-se.

Bolsonaro contra-ataca Lula: não vamos contemporizar com presidiário

"A grande maioria do povo brasileiro é honesto, trabalhador, e não vamos dar espaço e contemporizar com presidiário", replicou Jair Bolsonaro, neste sábado 9, em Brasília, pouco depois de ter feito um ataque ao ex-presidente Lula pelo Twitter.

Conforme a TV 247, um dia depois da soltura de Lula, Jair Bolsonaro voltou a atacar o ex-presidente, em declaração feita neste sábado 9 em Brasília. "Ele está solto, mas está com todos os crimes dele nas costas", acrescentou o atual PR.

Pouco antes, Jair Bolsonário havia feito um ataque pelo Twitter, sem citar o nome de Lula e com direito a erro de português. "Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa".

Para o jornalista Rodrigo Vianna, que comentou a declaração de Bolsonaro nas redes sociais, "o medo de Bolsonaro, que contemporiza com o presidiário miliciano Ronnie Lessa, é que agora a oposição terá um líder...". O Luiz Inácio da Silva, Lula!

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project