ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Líder da oposição confronta Primeiro-ministro com suposto crescimento económico sem impato na vida dos cabo-verdianos 22 Janeiro 2020

A líder do maior partido da oposição confrontou, hoje, o primeiro-ministro, durante o debate parlamentar, sobre as políticas de rendimento do actual governo, cujo efeito está a ser nulo em termos de impato na melhoria das condições de vida dos cabo-verdianos.

Líder da oposição confronta Primeiro-ministro com suposto crescimento económico sem impato  na vida dos cabo-verdianos

«Mas, o que nós não conseguimos perceber é por que razão o país cresce 5 vezes mais, e as famílias cabo-verdianas não têm mais rendimento e não estão a viver melhor! O que não conseguimos entender é por que razão o País está a crescer 5 vezes mais, e os salários não estão a aumentar», questionou Janira Hopffer Almada durante a sua comunicação.

Para a Presidente do PAICV, o que não não se consegue compreender é por que razão o País está a crescer 5 vezes mais e o Governo não está a conseguir garantir uma habitação condigna às milhares de famílias vulneráveis que precisam de uma casa para viverem com mais dignidade, nem, tão pouco, avança com um Programa de Disponibilização de lotes de terreno, para a construção de habitação, a Jovens Quadros e a Famílias Carenciadas.

«O que está a ultrapassar a nossa capacidade de compreensão é o facto de o País estar a crescer 5 vezes mais, e não se estar a fazer, nem a sentir, investimentos no Mundo rural. O que não entendemos é por que razão o País está acrescer 5 vezes mais, e os agricultores estão abandonados (mesmo com 3 anos de seca consecutiva) e os Pescadores não conseguem aumentar a captura», fundamentou a líder da oposição, pedindo ao Ulisses Correia e Silva explicações para que os cabo-verdianos possam compreender quem está a beneficiar deste suposto crescimento económico que o governo vem propalando e ninguém consegue sentir o seu impato .

Famílias e jovens desempregados

Diante de tudo isto, Janira Hopffer Almada pede ao Primeiro-ministro para explicar a uma Mãe Chefe de Família, por que razão ela não está a conseguir garantir 3 refeições, por dia, aos Filhos, apesar de o seu País estar a crescer 5 vezes mais.

«Ajude-nos a fazer com que um Jovem licenciado entenda que o seu país não lhe consegue garantir um emprego digno, apesar de estar a crescer 5 vezes mais, porque a economia não está a gerar esse emprego digno com que ele sonhou, portanto ele terá de se contentar com um estágio profissional, sem nenhuma garantia de contratação. Ajude-nos a explicar a um Funcionário Público que ganha 15 mil escudos por mês, que o seu País está a crescer 5 vezes mais, mas o seu Governo diz que o País é pobre – apesar de gastar mais de 600 mil contos em viagens – e, portanto, ele tem de se sacrificar e de esperar, correndo o risco de desesperar! Ajude-nos a explicar a um beneficiário do INPS que as contribuições que ele paga servem para co-financiar obras de Câmaras Municipais, mas que as suas prestações na Saúde têm de ser reduzidas, para se poder garantir a sustentabilidade do sistema», acrescentou JHA.

Reposição de poder compra dos trabalhadores

A líder do PAICV questionou ainda o PM Ulisses Correia e Silva sobre falta de reajuste salarial para os trabalhadores, isto diante do aumento da taxa da inflação acumulada registado nos últimos anos. Uma situação que provou manifestações no dia 13 de Janeiro, em todas as ilhas de Cabo Verde, promovidas por 13 sindicatos da família da UNTC-CS.

«O Senhor (PM) acha normal num país que cresce 5 vezes mais, o Estado conceder uma única atualização salarial, de 2,2%, para apenas 8% dos funcionários públicos? O Senhor acha normal que, num pais a crescer 5 vezes mais, quem tenha um Salário Mínimo de 15.000$00 no Estado, não ter tido, nestes 5 Orçamentos do Estado, aumento de nem um escudo? O Senhor acha normal que, estando o país a crescer 5 vezes mais, não se ter reduzido, nem em 1%, o Imposto sobre os Rendimentos das Pessoas Singulares», perguntou Janira Hopffer Almada, que exige respostas por parte do chefe do governo, isto por considerar estranho do que está a acontecer em Cabo Verde .

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project