ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Jornalista Orlando Rodrigues retoma polémica sobre videovigilância: Director da TCV reage com denuncias de suspeitas de furtos e outros actos pouco dignos por jornalistas 13 Junho 2018

O Director da Televisão de Cabo Verde Tony Teixeira (foto), reage a um post do jornalista Orlando Rodrigues relacionado com a polémica surgida com a instalação de vídeo vigilância na redação e estúdios da televisão pública. Em defesa da medida,Teixeira denuncia existir suspeitas de jornalistas que furtam equipamentos de trabalhos de colegas, pen-drives, dinheiro e até telemóveis. Recorde-se que a Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) ordenou a retirada das câmaras de video-vigilância instaladas recentemente na redação e estúdio da TV pública, o que, para observadores críticos, viola gravemente a liberdade da informação e independência dos jornalistas.

Jornalista Orlando Rodrigues retoma polémica sobre videovigilância: Director da TCV reage com denuncias de suspeitas de furtos e outros actos pouco dignos por jornalistas

A medida, também contestada pelo jornalista Orlando Rodrigues na sua conta no facebook, caiu que nem uma bomba junto do grande público, provocando polémica sobretudo entre jornalistas e vozes criticas da sociedade civil. Orlando Rodrigues, até aqui vice-presidente do sindicato dos jornalistas e candidato à liderança da AJOC na linha de continuidade da actuação critica e independente da actual presidente Carla Lima, reagiu à decisão da CNPD na sua página pessoal do Facebook, solicitando “os dirigentes da empresa da RTC e da estação da TCV que façam cumprir, de forma célere e cabal, a deliberação da CNPD”.

“Recordam que, ao abrigo do primado da lei, que permite aos jornalistas e a qualquer cidadão resistir a situações de violação, grave ou não, dos seus direitos, reservam-se a possibilidade de promover outras formas de fazer cumprir a decisão da CNPD, no sentido da comprovável remoção do sistema de vídeo-vigilância na Redacção e nos Estúdios da TCV”, escreveu Orlando Rodrigues.

Diretor da TCV reage e lança suspeições

Esta opinião de Orlando Rodrigues mereceu uma ração imediata do Tony Teixeira, actual director da TCV. “Antes de se proceder à instalação do sistema de video vigilância, que como é do conhecimento de todos os trabalhadores da TCV, nem sequer entrou em funcionamento, colocamos uma nota a informar que se iria solicitar um parecer a CNPD sobre a possibilidade de instalar o referido sistema”, esclarece.

Tony escreve ainda que “na altura todos os jornalistas deram a sua anuência pois, como é do teu conhecimento (referindo-se a Orlando Rodrigues) nenhum de nós tem a coragem de deixar qualquer pertence na redação para que, como tem sido hábito aos longos dos anos, o amigo do alheio não o leve. É verdade ou não?”, questiona.

O Director da TCV aproveitou também para trazer a publico suspeições graves a vários profissionais da mesma estão televisiva. “Quantas vezes já ouvistes reclamações de colegas do desaparecimento de auscultadores, da empresa ou pessoal? De Pen´s, discos externos, dinheiro nas carteiras das senhoras jornalistas e mesmo telemóveis? Quantas vezes já ouvistes reclamações de alguém ter mexido nos computadores apagando ficheiros? Serão estas questões invenções minhas?”, interroga o responsável referido.

Para o director da TCV “Infelizmente, quer-se fazer passar a ideia de que a instalação das câmaras na redação e nos estúdios têm como objetivo vigiar os jornalistas quando se sabe que as mesmas, para além de não terem som, não mostram pormenores dos computadores, ou seja, são planos abertos. Ninguém consegue ver o que um jornalista escreve no computador pelo que é impossível vigiar”.

Tony Teixeira conclui que “como todos os jornalistas da TCV sabem, o sistema foi instalado e, para a entrada em funcionamento, esperava-se a vistoria da CNPD, o que veio a acontecer no final do mês de Maio. Uma das recomendações foi a retirada das Câmaras dos Estúdios e da Redação da TCV. Recomendações aceites desde o início e foi por isso que o sistema continua inoperativo”, informa. Foto: Director TCV e instalação na Praia com trabalhadores em anteriores protestos.

Notícia relacionada: https://www.asemana.publ.cv/?Polemi...

Nicolau Centeio

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project