POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Líder JPAI considera o Estado da Nação em matéria de juventude é de desalento e de “muita desesperança” 28 Julho 2022

O presidente da Juventude do PAICV, Fidel Cardoso de Pina, que falava nesta quarta-feira numa conferência de imprensa, considera que o Estado da Nação em matéria de juventude « é de desalento e de muita desesperança”, argumentando que os efeitos da emergência social-económica que o país enfrenta levaram à regressão de muitos dos avanços alcançados principalmente em matéria de igualdade de oportunidade e empoderamento das camadas mais jovens da população.

 Líder JPAI considera o Estado da Nação em matéria de juventude é de desalento e de “muita desesperança”

O líder do JPAI, que é também deputado da nação, entende que os jovens são hoje, infelizmente, o rosto do desemprego e do desalento cabo-verdiano .«Os efeitos da emergência social-económica que o país enfrenta levaram à regressão de
muitos dos avanços alcançados em matéria de igualdade de oportunidades e
empoderamento das camadas mais jovens da população. Por terem postos de trabalho mais inseguros, precários, auferindo rendimentos menores, desiguais, por verem sistematicamente negada a progressão na carreira, por tratarem por tu a instabilidade e insegurança na organização da vida pessoal e familiar, os jovens são hoje, infelizmente, o rosto do desemprego e do desalento cabo-verdiano», fundamenta.

Considera que a realidade das ilhas e da Juventude Cabo-verdiana em 2022, segundo o também membro da Comissão Política Nacional do PAICV, dos 181 mil cabo-verdianos a sofreram de insegurança alimentar e do desemprego milhares são os jovens. “São muitos jovens cabo-verdianos sem emprego, sem ocupação, sem esperança e sem nenhuma perspetiva de vida, sobretudo aqueles que vivem no campo e nas periferias dos grandes centros urbanos. O país regista uma alta população inativa de mais de 193 mil pessoas sendo que o rosto desta inatividade é jovem com mais de 77 mil jovens inativos”, aponta em conferência de imprensa.

Fidel de Pina revela ainda que um número considerável de jovens cabo-verdianos estão a passar por um momento extremamente difícil pela redução e perda do poder de compra das suas famílias face ao falhanço do governo nas políticas públicas de contenção da alta inflação que vivemos.

O jovem político recorda que tiveram também de interromper os seus estudos superiores por não terem condições para suportar os custos das propinas, do transporte e das demais despesas escolares.

Em relação ao desporto, Fidel de Pina defende que não há ousadia e nem criatividade para driblar as dificuldades e também reprova a forma como os atletas são tratados pelo país que nasceram e cujas cores “orgulhosamente” envergam.

O deputado nacional ainda defende que é absolutamente central dar esperança e confiança à juventude cabo-verdiana, priorizando as políticas públicas para a juventude, fazendo com que os jovens queiram viver aqui e pensar o seu futuro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project