NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Insegurança na Praia: Mais um caso de homicídio na Achada Mato, outro cidadão encontrado morto na Cidadela 03 Novembro 2019

O clima de insegurança que se vive na cidade da Praia conheceu o seu pico, de sexta-feira para este sábado, com mais um caso de homicídio na Achada Mato - um homem foi supostamente assassinado com machim ou facão. Um outro corpo de um cidadão, presumivelmente de nacionalidade guineense, foi também encontrado sem vida na manhã da hoje na zona de Cidadela – estava-se no momento do fecho desta edição por se fazer o levantamento do cadáver para certificar se tudo aconteceu por morte natural ou se terá sido um crime de homicídio.

Insegurança na Praia: Mais um caso de homicídio na Achada Mato, outro cidadão encontrado morto na Cidadela

Fontes policiais confirmam a ocorrência de Achada Mato e admitem tratar-se de um caso de homicídio, registado na noite de sexta para este sábado. Testemunhas oculares suspeitam tratar-se de um caso de assassinato, já que viram vestígios de sangue e cortes no cadáver da vítima, que presumem ser com machim ou facão.

Já o caso do outro individuo encontrado morto, na manhã de hoje, na zona de Cidadela, está ainda por ser esclarecido - circula na rede social e foi referido num dos programas da RCV. É que o seu cadáver estava, até ao fecho desta edição, por ser levando pelas autoridades judiciais e de saúde. Segundo fontes deste jornal, presume-se que a vítima seja de nacionalidade guineense.

Com este crime de sangue de Achada Mato, eleva-se, em duas semanas, para quatro o número de assassinatos registados na Praia: a jovem empregada Marlice encontrada morta numa encosta de Monte Babosa, o agente policial Hamilton Morais morto a tiros no bairro de Tira Chapéu e o jovem Anildo, assassinado à facada em Safende – o único caso em que já se capturou o presumível autor do crime. Há ainda o caso do taxista encontrado morto pendurado numa árvore na zona de Trindade – autópsia diz ser um suicídio. Mas muitos suspeitam que pode ter sido um caso de homicídio – o motorista pode ter sido morto e o seu cadáver sido depois pendurado na árvore pelo(s) suposto (s) autor(es), pois o cadáver ficou praticamente sobre joelhos e a repousar no solo.

Autoridade do Estado e proteção dos cidadãos

Diante destes casos todos, a Embaixada dos EUA na Praia emitiu, esta semana, um alerta sobre a insegurança que se vive na Capital nos últimos 60 dias – antes registou-se uma onda de assaltos à mão armada a pessoas e estabelecimentos comerciais na Praia.

Mostrando-se inseguros, muitos cidadãos apelam ao Governo para tomar medidas de fundo para devolver a tranquilidade pública à cidade da Praia e seus arredores. Defendem a colocação urgente de mais polícias e militares nas ruas. Tudo com o fim de repor a autoridade do Estado e garantir a protecção dos cidadãos. Oxalá que isto venha a acontecer!

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project