NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ilha do Sal: Centenário de Dona Tututa assinalado com atividades culturais e ostentação do busto da pianista 06 Janeiro 2019

A Câmara Municipal do Sal vai assinalar o centenário do nascimento de Dona Tututa Évora, com um leque de actividades culturais e ostentação do busto da pianista e compositora, à frente da Escola de Artes Tututa, nos Espargos.

Ilha do Sal: Centenário de Dona Tututa assinalado com atividades culturais e ostentação do busto da pianista

Segundo a Inforpress, o anúncio foi feito, no dia 04, pelo edil Júlio Lopes, durante uma conferência de imprensa para participar o arranque das atividades de celebração do centenário da patrona da Escola Municipal de Artes, Tututa Évora.

Dona Tututa Évora nasceu em Mindelo no dia 06 de Janeiro de 1919, tendo falecido na ilha do Sal, onde viveu, a 26 de Janeiro de 2014.

Ladeado dos filhos Magda Évora e Reinaldo Évora, Júlio Lopes disse que pretende-se assinalar esta data com a dignidade que merece o centenário do nascimento da pianista.

“No quadro deste centenário e com o apoio da família vamos mostrar à população do Sal, de Cabo Verde e não só, outras particularidades da vida e da obra de Dona Tututa”, manifestou.

Nesta medida, segundo o autarca, a ocasião vai ser celebrada com a publicação das partituras e dos temas de algumas das obras da pianista, assim como um busto no largo da Escola de Música da qual é patrona, aliás, o ponto-alto destas celebrações.

Ainda para recordar o legado da artista, e manifestando gratidão por mais esta homenagem, a filha Magda Évora destaca o lançamento da obra que reúne composições da pianista numa publicação para piano e violão, devendo ser dado à estampa ainda neste mês de Janeiro.

O programa das celebrações integra também renovação da campa e uma exposição de fotografias da Dona Tututa, concertos, um espectáculo de tributo que terá lugar no Cine Asa com a participação de músicos e pianistas como Chico Serra, Vasco Martins, entre outros.

“O Ministério da Cultura está a trabalhar no busto que será colocado no final do mês de Janeiro. Tratando-se do centenário, temos todo um espaço temporal para assinalar a efeméride. Mas tudo o que pudemos fazer para homenagear a Dona Tututa Évora é pouco tendo em conta o que ela fez para a ilha do Sal, por Cabo Verde e pela nossa cultura”, considerou o autarca Júlio Lopes.

Nesta medida, e não querendo apenas actividades institucionais, Júlio Lopes aproveita para fazer um apelo à sociedade civil, aos artistas, no sentido de darem o seu contributo, com iniciativas próprias, para comemorar essa “importante” efeméride.

Quanto à Escola de Artes Tututa, dado a importância que ela tem tido no desabrochar de vários talentos na área musical, fica a promessa no sentido de um maior investimento, nomeadamente todo um trabalho de requalificação da estrutura e área envolvente daquela escola de música, bem como a restauração e manutenção dos pianos da Dona Tututa, relíquias, que era o principal instrumento da artista, conclui a fonte referida.

Os artigos mais recentes

17 Jul. 2019
RADAR
Figa canhota -I
16 Jul. 2019
Publicidade
Nice Kriola

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project