ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

INE: Turistas satisfeitos com os bens e serviços prestados em Cabo Verde em 2017 01 Junho 2018

Os turistas mostraram-se satisfeitos com os bens e serviços que encontraram em Cabo Verde, em 2017, tendo apresentado uma avaliação global face a expectativa um saldo de resposta de 92,6%, informou o INE.

INE: Turistas satisfeitos com os bens e serviços prestados em Cabo Verde em 2017

Conforme os dados divulgados no dia 31 pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) referentes ao Inquérito aos Gastos e Satisfação dos Turistas (IGST)-2017, a satisfação foi maior para os serviços de alojamento, representando 89,5% e o serviço de transporte público com menor saldo de resposta, 75,1%.

Pode-se verificar que, dos turistas que visitaram Cabo Verde em 2017, 25,3% residem no Reino Unido, 12,0% na Alemanha, 10,5% na França, com a mesma percentagem segue os Países Baixos e, com a mais baixa percentagem, temos o Brasil com 0,4%.

A faixa etária mais representativa dos turistas que visitaram Cabo Verde é de 45 a 54 anos, representando 23,0%, seguida as de 25 a 34 anos (20,4%), 35 a 44 anos (17,3%), 55 a 64 anos (17,2%), com 65 anos ou mais (9,2%) e, com menores representações temos os jovens (15-24 anos) e as crianças (menores de 15 anos) que representam 6,5% e 6,4%, respetivamente

A população de turistas com 15 anos ou mais que visitaram Cabo Verde é estimada em 712.199, sendo 41,7% para a época baixa e 58,3% para a época alta.

Relactivamente aos gastos, explica, os turistas gastaram mais em alimentação e bebidas (27,0%) e alojamento (26,3%).

Segundo o INE, em 2017, 80,0% dos turistas viajaram em pacotes turísticos, e destes, 74,9% viajaram no sistema tudo incluído. Comparado com o ano 2016, os turistas que viajaram em pacotes turísticos diminuíram 1,6 pontos percentuais (p.p.) em 2017, e os que viajaram no sistema tudo incluído tiveram o mesmo comportamento, mas em 25 p.p.

Relativamente à origem profissional dos turistas, 84,8% são trabalhadores em férias, 9,9% são reformados e 2,6% são estudantes. Apenas 0,7% dos turistas não exerce uma atividade económica.

As ilhas do Sal, Boa Vista e Santiago foram aquelas onde os turistas passaram maior número de noites representando, respetivamente, 50,3%, 31,4% e 11,2% turistas.

Relativamente ao tipo de estabelecimento, o maior número de noites foi passado em hotéis, representando 75,4% dos turistas, seguidos de aldeamento turístico (8,1%) e casa particular (7,6%).

Em termos gerais, a estadia média dos turistas em Cabo Verde foi de 10,2 dias em 2017. Fonte: Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project