ESCREVA-NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Hino à amizade escreve-se na água e na pedra 20 Dezembro 2018

Muitas formas tem a amizade. De infância, da escola, lá do bairro, da bisca, da internet, através de outros amigos.

Hino à amizade escreve-se na água e na pedra

Amizade será amor de amigo? Compara-se a amor de pai, de mãe, de irmão? Há quem diga: Amor de amigo é amor que me completa.

Vejo já contra-argumentos: Então a experiência que mostra que as expressões "cara-metade", "alma gémea" —que se usa para falar da amada kretxeu (que é cretcheu e foi q’re cheu) — têm a sua razão de ser?

Replico: Isso não retira a força a essa definição da amizade que me completa! E a ti?
E para completar apresento mais quatro ideias — uma tetralogia, que espera não ser acolhida como mais uma treta, mas sim como ideias em letra a que cada um vai dar o seu próprio espírito:

Da distância

Também se diz que a amizade não precisa estar perto, porque a amizade vence toda e qualquer distância.

Direi mais, que a amizade pode sempre retomar o diálogo, mesmo se passamos tempo imenso sem dar notícias.

Da inclusividade

A amizade está, ao contrário do amor, nos antípodas dos ciúmes: a verdadeira amizade coexiste bem com o milagre da multiplicação. Amigo que é amigo pode até ter outros amigos, porque amor de amigo nunca acaba.

Da síntese

Milagre da concentração/síntese: Cada amigo — sob que forma tiver a amizade. De infância, da escola, lá do bairro, da bisca, da internet, através de outros amigos... —
tem um espaço guardado na memória e no coração.

Da omnipresença

Amigo é amigo porque está presente nos momentos mais importantes da vida.

Uma amiga vossa (que no genérico usa "amigo")


Explicação da foto. Na hora de ilustrar, o dilema (omito-o) e uma constatação: em CV o hino à amizade canta-se. Sobretudo em letras em que nem sequer se ouve a palavra amizade. E quem melhor para simbolizar a música?

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project