LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Guiné-Equatorial: Caricaturista Ebalé opositor do regime sai da prisão 09 Mar�o 2018

O Ministério Público da Guiné-Equatorial retirou no passado dia 03, "por falta de provas", as acusações que pendiam sobre o cartunista e ilustrador Esono Ebalé, detido desde setembro. Saiu em liberdade nesta quinta-feira, 8.

Guiné-Equatorial: Caricaturista Ebalé opositor do regime sai da prisão

A União Africana tinha já tomado posição no início de fevereiro sobre a situação do cartunista, referindo que estava detido "por causa dos seus trabalhos que criticam regularmente o governo da Guiné-Equatorial".

Em setembro do ano passado, a justiça da Guiné-Equatorial prendeu Esono Ebalé sob a acusação de "lavagem de dinheiro e falsificação". Ele e dois espanhóis foram detidos à saída dum restaurante de Malabo, mas só Ebalé ficou preso. Cinco meses depois, em 28 de fevereiro, começou o julgamento.

"Mandaram-me cinco meses para a prisão e a verdade é que conseguiram parar com os meus desenhos", disse o caricaturista durante a audiência, rejeitando as acusações de lavagem de dinheiro e de falsificação.

"Ramón Nse Esono Ebalé não fez nada mais do que perguntar aquilo que o resto do país tem medo de perguntar! E a resposta que obteve foi uma cela", expressou Robert Russel, director-executivo da Rede Internacional dos Direitos dos Cartunistas (CRNI).

O oficial responsável pela detenção disse em tribunal: “Só estive a cumprir ordens”

O oficial de polícia chamado a depor no julgamento de 27 de fevereiro era a principal testemunha do Estado no caso contra Ebalé.

Dada esta retractação, o MP não teve dúvidas em considerar que não há provas de qualquer atividade criminal contra Ebalé.

Fontes: Angop. BBC. Efe.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project