ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Guerra comercial Japão-Coreia do Sul começa por ’imorais’ bonecas-gueixas 09 Agosto 2019

A Coreia do Sul é grande importadora de bonecas sexuais fabricadas no Japão e na China. Mas uma petição para banir esse comércio em nome da moral vai forçar o governo a reagir em plena situação de guerra comercial aberta entre o Japão e a Coreia do Sul, segundo o ’Japan Times’, desta terça-feira, 6.

Guerra comercial Japão-Coreia do Sul começa por ’imorais’ bonecas-gueixas

As autoridades aduaneiras sul-coreanas têm autorizado a entrada das gueixas – a versão japonesa, mas a entrada das bonecas importadas da China “ainda está sob exame”, segundo o Japan Times, desta terça-feira, 6.

A retenção da produção chinesa nas alfândegas levou a distribuidora MSHarmony a levar o caso a tribunal, como o diretor-geral, Lee Sang-Jin, explicou ao Japan Times.

Desde a proibição, “muitos homens têm de viajar para outros países para poderem trazer a sua boneca”, disse o citado Lee.

O custo desses objetos controversos vai de um milhão de wons (c.84 mil CVE) a 20 milhões (1.675 contos), consoante o tipo de silicone, a cor de olhos, os sistemas de regulação de temperatura, entre outras opções e materiais.

Insufláveis, de tamanho real, em tudo parecidas com uma mulher, as bonecas-namoradas não são ilegais mas há vários grupos sociais a pedir o seu banimento. Em nome da moral, mas há também argumentos de que o seu uso incrementa os crimes sexuais.

Fonte referida. Relacionado: Coreia do Sul retirada da ‘lista branca’ de importadores do Japão – Presidente Moon promete resposta “equivalente", 4.ago.2019. Foto: A gueixa com boneca figurava em postais mandados por marinheiros destas ilhas de passagem pelo país do sol-nascente. Bonecas de louça encantavam as filhas no regresso do pai. A inocência acabou e as gueixas são bonecas insufláveis de uso sexual. LS

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project