AMBIENTE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ministro Gilberto Silva: Governo vai investir 567 mil contos para mitigação de mais um mau ano agrícola 17 Janeiro 2019

O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, disse, esta quarta-feira,16, em resposta ao maior partido da Oposição na AN, que o seu Governo vai investir 567 mil contos em projectos de manutenção da capacidade produtiva na pecuária, na gestão de escassez de água e na criação de empregos.

Ministro Gilberto Silva: Governo vai investir 567 mil contos para mitigação de mais um mau ano agrícola

A informação foi avançada depois de questionado sobre o assunto pelos deputados do PAICV, durante o debate da sessão parlamentar desde mês, tendo assegurado que as medidas de mitigação do mau ano agrícola foram eficazes e serão mantidas e reforçadas.

Segundo Gilberto Silva citada pela Inforpress, apesar da situação alimentar estável, o resultado do mau ano agrícola deixou cerca de 13 por cento (%) da população em fase de insegurança alimentar e 2% em situação de crise.

Para atenuar este cenário, informou que o Governo disponibilizou 567 mil contos que serão alocados em projectos de mitigação do mau ano agrícola, nomeadamente na manutenção da capacidade produtiva na pecuária, gestão de escassez de água e criação de empregos.

Gilberto Silva assegurou que o Governo está a fazer “intervenções estruturantes” não só no domínio da produção das energias renováveis, mas também na valorização dos produtos agrícolas, na formação, na capacidade produtiva dos agricultores. Acções essas que, no seu entender, vão contribuir para a sustentabilidade da produção agrícola no meio rural e urbano.

O governante explicou que a identificação das fontes de águas salobras para dessalinização, a mini Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de demonstração de tratamento inovador das águas residuais, os trabalhos de investigação sobre a utilização da água dessalinizada na produção agrícola e a construção de 116 currais são algumas das medidas implementadas.

Investimentos feitos e medidas na OGE 2019

Para favorecer a execução dessas políticas, adiantou que o Governo definiu um conjunto de medidas no quadro do Orçamento do Estado para 2019, nomeadamente a criação do fundo nacional de emergência, a bonificação de taxa de juros para a produção de energia renováveis, incentivos para a importação dos alimentos, medicamentos, materiais de irrigação e para dessalinização de água para o uso na agricultura e outras de abrangência geral.

Gilberto Silva acrescentou que a operacionalização da linha de crédito de 35 milhões de euros com a Hungria será assinada “brevemente” e será canalizada na dessalinização das águas salobras e no reaproveitamento seguro das águas residuais tratadas.

Por outro lado, garantiu que o plano de combate a praga e doenças está em marcha, e que, neste momento, o país já está a implementar o plano nacional de combate a lagarta-do-cartucho do milho, praga essa que alastrou no continente africano.

Na ocasião, fez saber que as pessoas estão descontentes não com as políticas do executivo, mas sim com a falta de chuva nos últimos dois anos, salientando que para a mitigação do mau ano agrícola, o Governo do MpD, disponibilizou cerca de um milhão de contos enquanto o PAICV alocou no seu programa apenas 135 mil contos.

“Nós introduzirmos cerca de 100 mil contos em linha de crédito, criarmos cerca de 21 mil postos de trabalho, em parceria com as câmaras municipais, e com os vales cheques trouxemos a transparência na utilização dos recursos e os nossos parceiros reconhecem isso”, observou o ministro referido pela Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project