BREVES NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo de Cabo Verde decreta dois dias de luto nacional pela morte do ministro Júlio Herbert 23 Outubro 2019

O Governo de Cabo Verde decretou dois dias de luto nacional, a partir desta terça-feira, 22, pela morte do ministro-adjunto do Primeiro-ministro para Integração Regional. Júlio Herbert foi encontrado ao final da tarde de segunda-feira morto no seu gabinete, no Palácio do Governo, situado na Várzea- cidade da Praia.

Governo de Cabo Verde decreta dois dias de luto nacional pela morte do ministro Júlio Herbert

Considerando o percurso do Júlio Herbert e os esforços consentidos no processo de afirmação política, económica, social e cultural de Cabo Verde, o Governo entende que será uma justa homenagem, declarar esses dois dias de luto oficial, conforme um comunicado divulgado esta terça-feira. “O Governo decreta dois dias de luto nacional (22 e 23), por se tratar de um momento de luto e de tristeza", refere o documento.

De salientar que o ministro adjunto do Primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, 64 anos, foi encontrado morto ao final da tarde de segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, e foi accionada, de imediato, Polícia Nacional cabo-verdiana para que seja instaurada uma operação de segurança no local, procedimento habitual neste tipo de ocorrência.

Entretanto, até este momento, não são conhecidos as causas da morte do governante, mas tudo aponta para uma um problema de saúde, estando prevista a realização da autópsia para que se possa desvendar o que terá provocado a morte deste governante cabo-verdiano.

"É com sentimento generalizado de pesar e comoção que o país recebeu a notícia do passamento de Júlio Herbert", lê-se ainda na mensagem do primeiro-ministro, que destaca ter desempenhado "as suas funções com elevado sentido de Estado".

Diplomata de carreira, Júlio Herbert nasceu em 16 de Novembro de 1954 em Bissau, capital da Guiné-Bissau. Um dos 13 ministros do atual executivo cabo-verdiano, era formado em Diplomacia pelo Instituto Rio Branco, de Brasília, e em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Entre outros cargos, foi cônsul-geral adjunto de Cabo Verde em Boston, Estados Unidos da América (EUA), assessor político-diplomático da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), conselheiro do Presidente da República e conselheiro político e diplomático do primeiro-ministro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project