CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: Equipa técnica para elaboração de projectos em Chã das Caldeiras vistoriou o local 20 Janeiro 2023

A equipa de arquitectos seleccionada para elaboração de projectos na localidade de Bangaeira, Chã das Caldeiras, vistoriou quarta-feira o local da implementação dos projectos, acompanhado de vereadores da câmara de Santa Catarina do Fogo.

Fogo: Equipa técnica para elaboração de projectos em Chã das Caldeiras vistoriou o local

O vereador da Acção Social e Infraestruturas da Câmara Municipal de Santa Catarina do Fogo, Carlos Rodrigues, que neste momento desempenha as funções de presidente em regime de substituição devido à ausência do presidente Alberto Nunes, confirmou a deslocação da equipa ao local, sublinhando que a elaboração dos projectos deve iniciar no próximo mês de Fevereiro.

Carlos Rodrigues indicou que os projectos prioritários estão relacionados com a construção da placa desportiva, de um espaço para confecção e venda de produtos artesanais, da Unidade Sanitária de Base (USB), uma praça pública, 49 casas de banho, revestimento de 45 habitações, reabilitação de duas pensões, assim como a construção de curral, pocilga e reabilitação de caminhos vicinais.

O vereador avançou que 39 casas de banho e revestimento de outras 39 casas são das famílias que beneficiaram de lotes de terreno de 200 metros quadrados para construção de casa própria, disponibilizados pelo Governo, através do Ministério das Infraestruturas, Habitação e Ordenamento do Território (MIHOT).

Os projectos, segundo a mesma fonte, serão financiados pelo Governo através dos fundos do Turismo e do Ambiente, mas o valor ainda não está fechado.

A construção das 39 casas está em curso, tendo as autoridades disponibilizado três tipologias de projectos e cada beneficiário escolheu o que mais lhe agradou para a construção.

Recorda-se que o Governo prometeu disponibilizar a cada uma das 39 famílias um apoio financeiro de 600 contos, distribuídos em parcelas, tendo transferido, em Setembro de 2022, o montante de 100 mil escudos, correspondente a cerca de 20 por cento (%) e a parte restante mediante apresentação de justificativos por parte dos beneficiários.

Além deste valor a câmara prometeu uma verba adicional de 100 mil escudos a cada uma das famílias contempladas, sendo que no global, os montantes disponibilizados pelo Governo e a câmara passam a ser de 700 contos, mais de 27 mil contos na totalidade.

Segundo o vereador, apenas a primeira tranche foi disponibilizada e neste momento a câmara já tem pronto o relatório que vai ser encaminhado ao Governo para a transferência de verbas para que as famílias possam dar continuidade aos trabalhos da construção das suas habitações que ainda estão na fase de alicerce e “caboco”.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project