NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Faleceu italiano Arturo Di Modica, escultor do ’Touro de Wall Street’ 20 Fevereiro 2021

"O novo Miguel Ângelo", disse o consagrado escultor americano Henry Moore, de 70 anos, quando viu a primeira exposição em Florença do jovem escultor italiano. Arturo Di Modica tinha vinte e poucos anos, passava privações desde os 18 anos para estudar longe da Sicília, mas sentia-se forte como o touro no ataque aos materiais mais aptos a darem forma às suas ideias.

Faleceu italiano Arturo Di Modica, escultor do ’Touro de Wall Street’

Autor da icónica estátua do ’touro atacante’ de bronze, alvo de análises interpretativas em diversas ciências, Arturo di Modica tem a sua interpretação pessoal.

"A minha ideia era mostrar que mesmo a passar por um péssimo momento, se a pessoa quiser mesmo fazer algo vai conseguir. Podes fazê-lo, se quiseres. Mas tens de ser forte".

O esforço individual do italiano que chegou à Nova Iorque, em 1970, com uma mão à frente e outra atrás, e obteve sucesso e dinheiro. Mas Arturo atribuia isso também ao "American Dream", a essa América do sonho siciliano.

Touro ao ataque. Em 15 de dezembro de 1989, o escultor fez entrega da estátua de bronze que ficou instalada em frente à Bolsa de Valores. Modica falou sobre o impulso que o fez criar essa obra: era a expressão da sua gratidão ao país das oportunidades, no momento em que se deu o crash de Wall Street de 1987, na Black Monday/Segunda-Feira Negra (em analogia com a Black Friday/Sexta-Feira Negra de sessenta anos antes).

Fontes: CNBC/Corriere della Sera. Relacionado: ’Blimund de New York’ vandalizado, 10.set.019. Foto: Arturo di Modica faleceu neste sábado, 19 aos 80 anos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project