CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

FECAD promove acção sensibilização dos operadores turísticos e profissionais de Hotelaria, Restauração e Turismo em quatro concelhos da ilha de Santiago. 16 Abril 2018

A Federação Cabo-verdiana de Associações de Pessoas com Deficiência (FECAD) e seus parceiros promovem, neste mês, na ilha de Santiago, uma campanha de informação e sensibilização junto aos Operadores Turísticos e Profissionais de Hotelaria, Restauração e Turismo, sobre Turismo Acessível e Inclusivo (TAI). O evento surge no quadro do Projecto “Acesso à Cultura em Cabo Verde e Desenvolvimento Turístico e de Representação das Pessoas com Deficiência”, (ACCEDERE), que abarca quatro municípios da ilha de Santiago.

FECAD promove acção sensibilização dos operadores turísticos e profissionais de Hotelaria, Restauração e Turismo em quatro concelhos da ilha de Santiago.

Financiado pela União Europeia (EU) num montante de montante de 39 milhões de escudos, a campanha abarca os municípios do Tarrafal, da Ribeira Grande (Cidade Velha), de Santa Catarina e da Praia. Tem por fim tornar o turismo e a cultura cabo-verdianas acessíveis às pessoas com deficiência e velar pelo seu direito ao lazer e bem-estar, segundo um comunicado divulgado pela FECAD.

De acordo com a ACCEDERE, este projecto está orçado em 43, 4 milhões de escudos e termina em 2020. «Pretende despertar, através de sensibilização e formação, mais de três mil membros das associações filiadas na FECAD e toda a sociedade cabo-verdiana sobre a problemática de acessibilidade e inclusão, bem como alertar os decisores cabo-verdianos, os técnicos e operadores turísticos sobre a importância económica que o Turismo Acessível e Inclusivo (TAI) desempenha a nível mundial, aumentando com isso, as oportunidades no mercado de trabalho e a inclusão social», refere a nota que vimos citando.

CL

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project