INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Esquerda da Europa à América Latina celebra Lula livre — Nota sobre a noiva 12 Novembro 2019

Partidos de esquerda da Europa à América Latina celebram a libertação de Lula, na sexta-feira, 8. “O lugar de Lula não é na prisão”, expressou o ex-presidente francês François Hollande, no sábado. Vários líderes de partidos de esquerda celebraram “a sua liberdade” e auguram que “ajudará a unificar uma sociedade brasileira dividida”.

Esquerda da Europa à América Latina celebra Lula livre — Nota sobre a noiva

Entre as congratulações que chegam da Europa está a do líder trabalhista britânico Jeremy Corbyn, que classificou a prisão do antigo governante de “injusta”.

“A prisão do ex-presidente Lula foi injusta e errada. Fico feliz que Lula esteja agora livre e que possa retomar o seu trabalho como um socialista comprometido, e líder do Partido dos Trabalhadores. O Brasil precisa do tipo de mudança real com a qual Lula sempre se comprometeu. Lula Livre”, escreveu o líder do Partido Trabalhista do Reino Unido, Jeremy Corbyn, na rede social Twitter.

Do lado francês, Hollande diz acreditar que Lula usará a sua liberdade para servir o Brasil: “A liberdade foi-lhe devolvida, sei que ele a colocará ao serviço do Brasil”, declarou o ex-chefe de Estado francês.

Também a francesa Anne Hidalgo, presidente da câmara municipal de Paris, expressou contentamento e disse que aguarda a visita de Lula à sua capital: “É bom saber que o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva acaba de ser libertado.
Espero por ele o mais rápido possível em Paris, onde ele é Cidadão Honorário”.

O Nobel da Paz Kailash Satyarthi, que o visitou na prisão, deu os parabéns a Lula e augura que a sua libertação “ajudará a unificar uma sociedade brasileira dividida”.

“Parabéns ao meu querido amigo e ex-Presidente Lula. Notícias incríveis! Encontrei-me com ele na prisão há apenas 15 dias e agora ele está livre. A verdade prevalece. A sua libertação ajudará a unificar uma sociedade brasileira dividida, a restaurar a fé na justiça. Ele pode emergir como um ícone para a paz”, afirmou o indiano Satyarthi.

Bolsonaro insulta

Já o presidente Jair Bolsonaro expressou, sem surpresa, a sua reprovação com a libertação de Lula da Silva. E fez um apelo aos seus seguidores: “Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”, escreveu no sábado, 9. O chefe da extrema-direita brasileira acaba de encarregar o seu ministro Moro, que foi o juiz que orquestrou tudo em conluio com o ainda Procurador Geral da República descredibilizado com o vaza Jato pelo site The Intercetp Brasil, para responder o ex- Luiz Inácio da Silva que acaba de ser colocado em liberdade pelo Supremo Tribunal Federal, reprovando a prisão com a sentença da segunda instância.
— -
Fontes: Agência Brasil/Le Monde/El País. Foto: Sobre Lula e a noiva, escrevem os jornalistas, não só da imprensa "rosa", mas também da "séria" que trata da atualidade política. Ela é socióloga, chama-se Rosângela ‘Janja’ da Silva, tem 52 anos, é "há décadas" amiga de Lula e sua namorada desde 2017 — antes de Lula entrar na cadeia em abril de 2018 e após a súbita morte da esposa, dona Marisa Letícia, esclarecem.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project