INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Encontrados destroços de porta-aviões afundado na II Guerra Mundial 08 Mar�o 2018

Os destroços do porta-aviões norte-americano USS Lexington, bombardeado pelas tropas japonesas durante a II Guerra Mundial, foram encontrados na costa australiana este domingo, 04, por uma equipa liderada por Paul Allen, co-fundador da Microsoft. O porta-aviões, que foi atacado em 1942, tirou a vida a mais de 200 tripulantes e foi localizado a 3.000 metros de profundidade.

Encontrados destroços de porta-aviões afundado na II Guerra Mundial

De acordo com fontes da Marinha dos Estados Unidos o USS Lexington carregava 35 aviões a bordo quando afundou, e a equipa encontrou 11 aparelhos, incluindo um Douglas TBD-1 Devastator, três Douglas SBD Dauntlesses e um Grumman F4F-3 Wildcat, a uma profundidade de 3.000 metros e a cerca de 800 quilómetros ao largo da costa leste da Austrália.

Batalha

A batalha do mar de Coral, ocorrida entre 04 e 08 de Maio de 1942, foi a primeira entre porta-aviões, através dos respectivos aviões. O Lexington, “carinhosamente” apelidado como "Lady Lex", ficou de tal forma danificado que os norte-americanos decidiram afundá-lo no final da batalha que custou a vida a mais de 200 membros da tripulação.

Citado pela Lusa, sabe-se que o almirante Harry Harris, que dirige o Comando do Pacífico (PACOM) e cujo pai lutou a bordo do Lexington, saudou o sucesso da exploração. "Como filho de um sobrevivente do USS Lexington, cumprimento Paul Allen e a equipa do navio de pesquisas Petrel por ter localizado “Lady Lex”, cerca de 76 anos após seu naufrágio na Batalha do Mar de Coral. Honramos o valor e o sacrifício dos marinheiros do navio e de todos os americanos que lutaram durante a Segunda Guerra Mundial para garantir as liberdades que conquistaram para todos nós".

De salientar que a batalha do mar de Coral é considerada pelos historiadores, uma vitória estratégica para os Estados Unidos da América (EUA), apesar das pesadas perdas humanas, porque obrigou pela primeira vez o império japonês a travar a sua expansão.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project