DIÁSPORA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Edil do Maio em Loures para assinalar 25 anos de cooperação 11 Julho 2018

O Presidente da Câmara Municipal do Maio, Miguel Rosa, está em Loures, Portugal, onde, esta quarta-feira, 11, participa num evento que assinala os 25 anos de cooperação entre as duas autarquias.

Edil do Maio em Loures para assinalar 25 anos de cooperação

Segundo diz em comunicado o Gabinete de Comunicação e Imagem, a cooperação entre a Câmara Municipal do Maio e o Município português de Loures, data de 1993, e teve na sua origem a existência de uma expressiva comunidade de Cabo-verdianos nessa região portuguesa.

Por estes dias, Maio e Loures estão a celebrar esta cooperação, com um interessante programa, motivo que leva o Presidente Miguel Rosa àquele Município amigo, respondendo, assim, a um convite do seu homólogo Bernardino Soares.

«O ponto alto deste marco acontece precisamente amanhã, quarta-feira, 11, durante um Seminário versando "Parcerias para o Desenvolvimento", durante o qual se pretende promover uma reflexão e debate sobre o papel das autoridades locais enquanto agentes ativos de cooperação para o desenvolvimento», lê-se na nota referida.

Revela o documento que, no referido Seminário, o Presidente Miguel Rosa irá dissecar sobre o sucesso da cooperação entre as duas Autarquias e aproveitará para promover o destino ilha do Maio, seguindo a lógica vertida no programa de governação municipal.

Momentos antes do Seminário, será inaugurada pelas 14h30, uma exposição comemorativa dos 25 anos da cooperação Loures-Maio, intitulada "Raízes da Cooperação: Cidadania e Solidariedade".

Cooperação: um caso de sucesso

Para o Presidente Miguel Rosa, a cooperação estabelecida com o Município de Loures, em 1993, tem sido "muito boa". Destaca os sucessivos governos municipais que acarinharam esta relação, permitindo a sua continuidade e sucesso ao longo de "bons 25 anos".

"Não há dúvidas que em matéria de cooperação descentralizada, a Câmara de Loures tem sido uma parceira de primeiro nível", enfatiza Miguel Rosa para quem o sucesso desta relação pode residir no princípio de uma cooperação focada nas pessoas. "Tudo o que se tem desenvolvido a nível desta cooperação tem privilegiado as pessoas e isso é, seguramente, muito importante", observa segundo a nota que vim citando.

É de salientar que, no quadro da cooperação entre os dois Municípios, está em curso, no Maio, dois projetos: um de dinamização e requalificação turística, e outro de Turismo Solidário e Comunitário, ambos para o horizonte 2016/2019, e que envolvem ainda o Instituto Marquês Valle Flor, sendo có- financiados pela União Europeia, outro importante parceiro de desenvolvimento da ilha do Maio.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project