REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EUA: 57 polícias demitem-se após suspensão de colegas que agrediram idoso 07 Junho 2020

Os dois polícias de Buffalo foram este sábado acusados de agressão, depois de um vídeo os ter mostrado a empurrarem um manifestante de 75 anos.

EUA: 57 polícias demitem-se após suspensão de colegas que agrediram idoso

Toda a equipa de intervenção da polícia de Buffalo, no estado de Nova Iorque, que na quinta-feira foi destacada para fazer dispersar a multidão de uma praça naquela cidade, apresentou demissão, depois de dois colegas terem sido suspensos sem direito a salário na sequência de uma agressão a um idoso de 75 anos.

John Evans, presidente da Buffalo Police Benevolent Association, indicou à imprensa que a demissão dos 57 agentes - que continuam na força, apenas saem do dispositivo de resposta especial - acontece "em protesto contra o tratamento a esses dois membros da força, que simplesmente estavam a executar ordens".

Na imagem acima, pode ver a demonstração de solidariedade dos agentes em frente ao departamento de polícia de Buffalo.

Este sábado, porém, dois dos agentes que se demitiram esclareceram, à imprensa, que não o fizeram por apoiar o comportamento dos colegas, mas porque o sindicato indicou que não os apoiaria mais. "Eu não percebo porque é que o sindicato disse que era solidariedade. Passa a mensagem errada, de que estamos a proteger-nos, e não é o caso", disse um dos agentes, que preferiu não se identificar.

"Saímos porque o nosso sindicato disse que não nos apoiam mais a nível legal. Porque é que nos colocaríamos na linha da frente pela cidade se não temos apoio legal no caso de acontecer alguma coisa? Não tem nada a ver com solidariedade", disse outro dos agentes, que também preferiu o anonimato.

Os dois agentes em questão, Aaron Torgalski, de 39 anos, e Robert McCabe, de 32, foram hoje formalmente acusados de agressão. No vídeo que circula nas redes sociais, os agentes são mostrados a empurrar um manifestante de 75 anos que participava numa manifestação de protesto pela morte de George Floyd, no Minnesota. O idoso caiu no chão e ficou sem sentidos.

Torgalski e McCabe, que se entregaram este sábado de manhã, declararam-se inocentes da agressão sujeita a uma pena de segundo grau, tendo sido libertados sem fiança.

Na sexta-feira, os policias foram suspensos, sem direito a salário, depois de uma equipa de televisão ter filmado o confronto do dia anterior, quase no final dos protestos, relata a Associated Press.

O filme mostra um homem identificado como sendo Martin Gugino a aproximar-se de uma fila de polícias com capacetes e bastões nas mãos, enquanto dispersavam os manifestantes na praça Niágara.

Dois polícias empurraram Gugino para trás e ele bateu com a cabeça na calçada, vendo-se o sangue a ser derramado, enquanto outros policias passam pelo homem que ficou inanimado no chão. Um polícia inclinou-se para ver o ferimento na cabeça do homem, mas outro disse-lhe para continuar a andar. Fontes: NM/Lusa Foto:REUTERS/Lindsay DeDario

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project