LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19 no Brasil: Ministro da Economia critica "uso de cadávares" para "subir e arrancar recursos" ao governo 20 Maio 2020

Paulo Guedes dirigiu, na celebração dos 500 dias da atual presidência, acerbas críticas aos políticos que usam "cadávares para fazer palanque" na presente crise de Saúde, com mais de 212 mil casos e mais de 15 mil óbitos. O ministro da Economia fustigou os pedidos de aumento salarial na Função Pública para polícias ou médicos que "vão às ruas para exercer a sua função".

Covid-19 no Brasil: Ministro da Economia critica

O ministro lembrou que a situação atual — no país que é já, a nível mundial, o 6º mais flagelado pela doença do novo coronavírus — "pede sacrifício pelo Brasil".

"Na hora que estamos a fazer esse sacrifício, é inaceitável que tentem saquear o gigante que está no chão, que usem a desculpa da crise da Saúde para saquear o Brasil na hora que ele cai", disse Guedes no dia em que o Brasil registou 824 mortos e 5.305 novos casos de Covid-19.

"Só vamos pedir uma contribuição, por favor, enquanto o Brasil está de joelhos" — disse em referência à queda de % na economia no primeiro trimestre deste ano. Referiu ainda que "os nossos heróis não são mercenários" e as medalhas são dadas após a guerra, não antes".

O ministro pediu ainda apoio ao Congresso, a governadores e a prefeitos para manter um eventual veto de reajustes salariais.


Exportações sobem

Na conferência de imprensa que se seguiu, Paulo Guedes acabou por reconhecer
que "o Brasil é a única economia do mundo que está a aumentar as exportações".

A situação pandémica, disse Paulo Guedes, "foi uma maldição" mas que "virou uma bênção. As cadeias produtivas estão rompendo e o Brasil está a vender produtos agrícolas e minérios".

Fontes: Agência Brasil/Globo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project