ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: PM de Cabo Verde descarta novas medidas devido à variante detetada no Reino Unido 03 Mar�o 2021

O primeiro-ministro cabo-verdiano descartou, esta terca-feira, a adoção de novas medidas após terem sido encontrados no país dois primeiros casos da variante do vírus SARS-CoV-2 detetada no Reino Unido, mas aconselhou ao cumprimento das medidas de prevenção.

Covid-19: PM de Cabo Verde descarta novas medidas devido à variante detetada no Reino Unido

“Não há nenhuma, até porque os países que fazem circulação de turistas e viajantes estão todos com medidas de restrições que impedem grandes circulações”, disse Ulisses Correia e Silva, em declarações à imprensa, durante uma visita às comunidades terapêuticas na cidade da Praia.

O chefe do Governo, citado pela Lusa, disse que vai ser feita uma avaliação periódica para serem tomadas as medidas “mais ajustadas”, garantindo que não há intenção de adotar novas medidas restritivas sobre as viagens.

“É proteger, manter as regras de distanciamento, uso de máscaras e higienização, porque com estas normas e seu uso de forma generalizada, estaremos a evitar a propagação de qualquer tipo de vírus”, referiu.

O anúncio da circulação da nova variante em Cabo Verde foi feito na segunda-feira pela presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), Maria da Luz Lima, indicando que de 24 amostras enviadas ao Instituto Pasteur, em Dacar, duas eram da variante detetada inicialmente no Reino Unido.

“Isto quer dizer que no país circulou ou está a circular a variante inglesa do vírus SARS-CoV-2”, confirmou a presidente do INSP, referindo que os dois casos são da ilha de Santiago.

“A confirmação da variante inglesa no país é preocupante, porque está associada a uma alta taxa de transmissibilidade, muito maior que o vírus original”, acrescentou Maria da Luz Lima, prevendo o surgimento de mais casos graves e, eventualmente, mais óbitos no arquipélago.

Com a confirmação da variante inglesa, a presidente do INSP disse que a comunicação de risco vai ser reforçada em todo o país nos próximos dias para a consciencialização da população.

“Contamos com a colaboração de todos para a implementação das medidas preventivas para que Cabo Verde possa, finalmente, controlar a pandemia da covid-19”, pediu a responsável.

O diretor nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, disse, por sua vez, que, apesar da sua alta taxa de transmissibilidade, as informações estatísticas disponíveis ainda não conseguem avaliar o impacto que esta variante poderá ter no país.

Segundo ainda a Lusa, Cabo Verde registava até segunda-feira um total de 15.432 casos positivos acumulados de covid-19 desde 19 de março, 14.875 casos recuperados, 147 óbitos e há 397 casos ativos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.539.505 mortos no mundo, resultantes de mais de 114,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project