INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Em NY doentes cada vez mais precisam de cuidados intensivos — Hospitais racionam: 1 máscara por dia 26 Mar�o 2020

Nova Iorque, com 26.379 infectados e 271 mortos, está a tornar-se o novo epicentro do surto de coronavírus, com o número de casos a triplicar todos os dias: "Não estamos a travá-lo e ele está a acelerar por sua conta", expressou na terça-feira, 24, o governador Cuomo (foto), no dia em que o total no país atingiu os 54.893 infectados e 783 óbitos.

Covid-19: Em NY doentes cada vez mais precisam de cuidados intensivos — Hospitais racionam: 1 máscara por dia

O governador do Estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo, disse em conferência de imprensa ontem (3ªfª, 24) que dentro de duas semanas o surto atingirá o ponto máximo, com 40 mil pessoas a precisar de cuidados intensivos. A capacidade atual das UCIs-Unidades de Cuidados Intensivos é de três mil camas em todo o Estado.

A disponibilidade em ventiladores, "que fazem a diferença entre a vida e a morte" é de 400, mas são precisos 30 mil. Vinte mil estão guardados nos armazéns do governo federal e é isso que Cuomo pede: que sejam disponibilizados ao Estado de Nova Iorque.

"Tínhamos um comboio de carga, agora vem aí um comboio de alta velocidade", é com esta metáfora que Cuomo explicou a rapidez com que o vírus está a propagar em Nova Iorque. Os que saem da cidade que nunca dorme são aconselhados a fazer quarentena ao chegar ao seu destino.

Ventiladores para emprestar: "Claro que não"

Cuomo pede emprestados e garante devolução assim que o dono precisar. "É minha responsabilidade pessoal transportar os 20 mil ventiladores para qualquer lugar deste país onde for necessário, assim que terminar o nosso ápice. Por isso, não os deixem empilhados nos armazéns", apelou.

Mas o apelo cai em saco roto: ninguém empresta, porque sabe que vai precisar.

É o caso do pneumologista Nicholas Hill, chefe de serviço nos Cuidados Intensivos da Escola Médica da Universidade Tufts em Boston, que à demanda de Cuomo respondeu: "Claro que não".

"Se eu tivesse a certeza absoluta de que nos seriam devolvidos quando chegasse o ápice aqui, ainda podia conversar. Mas ninguém pode garantir isso. Como estão as coisas em Nova Iorque, temos de pensar que vamos ser os próximos e ninguém aqui quer ser apanhado com as calças na mão", disse Hill à Associated Press.

Fontes: AP/CNBC/WP/NYT/JApan Times. Fotos(AP/Reuters): UCIs a rebentar pelas costuras, precisam do décuplo das camas atuais. O governador Cuomo na terça-feira, 24, apelou a que haja solidariedade entre Estados com empréstimos de material e equipamentos.LS

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project