INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Cientistas alemães lideram testes à ’poção’ CVOrganics promovida por Madagáscar 18 Maio 2020

Moçambique e Nigéria após testes decidiram não utilizar — por enquanto. A Guiné-Bissau juntou-se à Tanzânia, Togo, Tchad, que encomendaram o produto tradicional malgaxe que o próprio presidente de Madagáscar garante ter curado nacionais doentes de Covid-19. No Instituto Max Planck, Alemanha, cientistas alemães e dinamarqueses em parceira com uma empresa fitofarmacêutica dos Estados Unidos estão a testar se a planta artemísia, ou losna, pode ser utilizada no combate à doença do novel coronavírus.

Covid-19: Cientistas alemães lideram testes à ’poção’ CVOrganics promovida por Madagáscar

A equipa científica alemã e dinamarquesa está a colaborar com a ArtemiLife, segundo avança a imprensa alemã de referência.

A empresa fitofarmacêutica dos Estados Unidos no seu site informa que "temos vindo a estudar a Artemisia annua desde há vários anos" e anuncia ter "o privilégio de ter esta oportunidade de colaborar com o Max Planck Institute nos estudos.

"Ao longo dos anos", lê-se no website da ArtemiLife, "avançámos para o cultivo nos nossos terrenos do Kentucky". O resultado desse trabalho são os diversos produtos derivados da Artemisia annua", entre os quais "cafés e plantas".

Sissoco já comprou chá de Madagáscar

O presidente Sissoco Embaló parece ter-se adiantado e anunciou no dia 28 último que tinha comprado uma importante remessa do "remédio tradicional" que o presidente de Madagáscar anda a promover.

Sem citar estudos científicos, recomendações das autoridades de Saúde ou peritagem da comunidade científica nacional, o presidente Sissoco decidiu.

Em sentido diverso, em Moçambique foi a diretora nacional de Saúde Pública a falar sobre o caso. A entidade reconheceu, no dia 29, que as autoridades moçambicanas estudavam a "viabilidade científica" do preparado à base de losna.

Fontes: DW/outras referidas. Relacionado: Covid-19 em Moçambique: Uso de medicamento recomendado por presidente de Madagáscar está a ser ponderado, 30.abr.; Covid-19 na Guiné-Equatorial: Presidente manda ministro de Saúde a Madagáscar buscar "bebida tradicional" para combater o coronavírus, 6.mai.; Covid-19 na Guiné: Primeiro-ministro é um dos 205 casos confirmados, 30.abr. Foto: Estudantes em Madagáscar provam a bebida que o presidente Andry Rajoelina promove pelas suas propriedades curativas, mas que a OMS ainda não aprovou.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project