INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: América é o país com mais contágios — 20% dos 550 mil globais e mais de mil óbitos em 24H 28 Mar�o 2020

Os cientistas acertaram: os Estados Unidos são o país mais atingido pelo surto do novo coronavírus, com mais de 82 mil pessoas infectadas e mais de mil óbitos. Mas Trump replicou às 19 H de hoje (5ªfª, 26) que estes números "são a prova de que fazemos muitos testes", ao contrário da China.

Covid-19: América  é o país com mais contágios —  20% dos 550 mil globais e mais de mil óbitos em 24H

Nova Iorque (mapa), com um terço dos 99.379 infectados e 1500 mortos do país, torna-se na sexta-feira, 27, o novo epicentro do surto de coronavírus, com o número de casos a triplicar todos os dias: "Não estamos a travá-lo e ele está a acelerar por sua conta", expressou na terça-feira, 24, o governador Cuomo, dois dias antes do país ultrapassar a China ao registar 82.404 infectados. No dia seguinte, os números da tragédia continuam a subir.

O governador do Estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo, disse em conferência de imprensa que dentro de duas semanas o surto atingirá o ponto máximo, com 40 mil pessoas a precisar de cuidados intensivos. A capacidade atual das UCIs-Unidades de Cuidados Intensivos é de três mil camas em todo o Estado.

A disponibilidade em ventiladores, "que fazem a diferença entre a vida e a morte" é de 400, mas são precisos 30 mil. Vinte mil estão guardados nos armazéns do governo federal e é isso que Cuomo pede: que sejam disponibilizados ao Estado de Nova Iorque.

"Tínhamos um comboio de carga, agora vem aí um comboio de alta velocidade", é com esta metáfora que Cuomo explicou a rapidez com que o vírus está a propagar em Nova Iorque. Os que saem da cidade que nunca dorme são aconselhados a fazer quarentena ao chegar ao seu destino.

3,3 milhões de desempregados

É o maior número de pessoas em situação de desemprego, em toda a história do país. É o quíntuplo do recorde de 695 mil, registado em 1982.

Serviços e fábricas fecharam. Peritos em economia fazem as contas: são um quinto da força laboral dos Estados Unidos que entrou em falência.

A prioridade económica é 1º controlar a propagação do vírus

A réplica é dada pelo presidente da Reserva Federal, Jerome Powell, após o presidente Trump ter afirmado que "no próximo mês" a América retoma a atividade normal.

"Quanto mais depressa ultrapassarmos esta situação e controlar o vírus, mais depressa podemos recuperar. Já sabemos que a atividade económica vai cair no segundo trimestre, mas a minha expectativa assim com a de muitos é que no segundo semestre vamos ter a retoma".

Fontes: BBC/CNBC/WP/NYT/. Relacionado: Covid-19: Em NY doentes cada vez mais precisam de cuidados intensivos — Hospitais racionam: 1 máscara por dia, 26.mar.020. Mapa do coronavírus nos Estados Unidos da América. Nova Iorque destaca-se. Segue-se a Califórnia e o Estado de Washington. LS

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project