INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Canadá: Médicos pedem salários mais baixos — para salvar Sistema 09 Mar�o 2018

Mais de 700 médicos assinaram já uma petição ao governo de Trudeau para anular o aumento salarial negociado com os sindicatos da classe. Querem assim salvar o sistema nacional de Saúde canadiano, que está à beira do colapso devido aos baixos salários de classes como as de enfermeiras ou enfermeiros — como se lê na petição online em francês.

Canadá: Médicos pedem salários mais baixos — para salvar Sistema

"Nós, médicos de Quebec, que acreditamos num sistema público forte, opomo-nos aos recentes aumentos de salário negociados com as nossas federações médicas".

Propõem que o montante — de 500 milhões de dólares canadianos (c. 35 mil milhões CVE) que o governo destinou à classe — seja utilizado "para promover a saúde da população", sem sacrificar o pessoal de enfermagem e "outros profissionais que enfrentam condições de trabalho muito difíceis".

"Só os nossos salários parecem imunes aos cortes", criticam

O coletivo de médicos reunidos na associação MQRP - Médicos do Québec pelo Regime Público critica contundentemente o governo de Justin Trudeau:

"Contrariamente às declarações do primeiro-ministro, acreditamos que existem meios para redistribuir os recursos do sistema de saúde para promover a saúde da população e responder às necessidades dos doentes sem sacrificar os trabalhadores" não-médicos do setor.

O salário anual do médico do setor público canadiano é em média de 339 mil CAD (23.332.000 CVE) antes de impostos, segundo dados publicados no fim do ano transato pelo Instituto Canadiano de Informação Saúde. Corresponde a um salário de 275 mil CAD (18.930.430 CVE) para o médico de clínica geral e de 461 mil CAD (31.758.230 CVE) para o especialista.

Fontes: http://mqrp.qc.ca/blogue/2018/02/25/nous-demandons-lannulation-des-hausses. Foto: Getty Images.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project