ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cabo Verde vai vacinar dez mil funcionários do turismo na primeira fase 19 Janeiro 2021

Cabo Verde vai vacinar cerca de 10 mil funcionários ligados ao setor do turismo, numa primeira fase, que deverá arrancar ainda neste trimestre, para proteger os turistas que visitam o país, anunciou o Vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia.

Cabo Verde vai vacinar dez mil funcionários do turismo na primeira fase

"Temos um plano de vacinação em curso, que, numa primeira fase, vai beneficiar e priorizar cerca de dez mil funcionários que estão na área do turismo, precisamente, para protegermos os turistas da infeção", disse, segundo a Lusa, Olavo Correia, durante um encontro com os empresários na ilha do Sal.

Segundo o número dois no Governo de Cabo Verde, enquanto a vacina não chega ao país, o que importa é fazer um "bom combate" da pandemia, com todas as medidas implementadas, escreve a Lusa.

"Mas, como sabemos, este quadro não depende apenas de Cabo Verde, mas da evolução internacional, e os últimos dados têm sido de elevada preocupação", afirmou o ministro.

De relembrar, que na semana passada, o Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse que estão a ser "criadas as condições" para introduzir a vacina contra a Covid-19 no arquipélago, para os grupos prioritários, durante o primeiro trimestre, e que o financiamento para a sua aquisição está garantido.

Já o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, pediu que seja continuado um “combate determinado e inteligente" aos efeitos da Covid-19, esperando pela disponibilização em breve da vacina contra o novo coronavírus no arquipélago.
“No início do ano, o ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, admitiu não poder comprometer-se com datas para o início da vacinação contra a covid-19 no arquipélago, embora garanta que o problema não é falta de financiamento”, cita a mesma fonte.

"É um processo. Não posso honestamente, dizer que no primeiro trimestre já teremos a vacina. Eu gosto de falar quando temos essa certeza. Não temos essa certeza", afirmou.

De acordo com Arlindo do Rosário, Cabo Verde conta ter acesso a uma vacina contra a Covid-19 através da plataforma Covax — promovida pela Organização Mundial da Saúde e pela Aliança para as Vacinas -, que deverá garantir doses para os grupos de maior risco, aproximadamente 20% da população do arquipélago.

Ainda conforme a Agência Lusa, em Novembro passado, o Ministro das Finanças anunciou que o país já mobilizou cerca de cinco milhões de dólares (4,18 milhões de euros) do Banco Mundial e que o Governo está a analisar a possibilidade de mobilizar mais 15 milhões de dólares (12,5 milhões de euros) ao nível de um programa da sub-região da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

"Com esses montantes, 20 milhões de dólares americanos, vamos conseguir garantir a vacinação para todos os cabo-verdianos", garantiu o ministro, na altura, cita a nossa fonte, acrescentando que o diretor nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, vai liderar a Comissão Nacional de Coordenação (CNC) da introdução da vacina contra a Covid-19 em Cabo Verde, criada pelo Governo.

Desde 19 de Março, Cabo Verde já contabilizou um total de 13.046 casos acumulados de Covid-19, dos quais dois transferidos, 120 óbitos, 12.287 casos considerados recuperados e tem neste momento 634 casos ativos da doença.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.041.289 mortos resultantes de mais de 95,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP-

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project