ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cabo Verde regista uma taxa de inflação de 1,2% em Julho de 2019 15 Agosto 2019

Em Julho deste ano, o Índice de Preços no Consumidor nacional (IPC) total nacional registou uma taxa de variação mensal de -0,1%, uma cifra inferior em 0,7 pontos percentuais (p.p.) à verificada no mês anterior, apresentando um comportamento contrário ao observado no mês homólogo do ano anterior, em que os preços diminuíram 0,1 p.p. face ao mês de Junho passado.

Cabo Verde regista uma taxa de inflação de 1,2% em Julho de 2019

Segundo os dados divulgados recentemente pelo Instituto Nacional de Estatísticas de Cabo Verde (INE-CV), a variação acumulada do IPC manteve-se o mesmo valor do mês anterior, isto é, 1,2%, valor superior em 0,1 p.p. à observada no mês homólogo, do ano passado.

A mesma fonte indica que a taxa de variação homóloga do IPC total, em Julho de 2019, foi de 1,1%, diminuindo 0,4 p.p. em relação ao mês anterior.

Neste mesmo período em análise, deve-se salientar que o IPC registou uma variação média dos últimos doze meses na ordem de 1,2%. “Este resultado situa-se ao nível do que o indicador vem apresentado desde o segundo trimestre de 2018, denotando uma estagnação desta taxa, à volta de 1,1%”.

Já o indicador de inflação subjacente (IPC total excluindo energia e alimentares não transformados) apresentou uma variação de 1,0%, valor superior em 0,1 p.p. em relação ao mês anterior.

Principais bens e serviços à disposição dos cidadãos

Conforme informações do INE-CV, há um conjunto de principais bens e serviços colocados à disposição das famílias e indivíduos no País, designadamente produtos alimentares, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, tabaco, vestuário, calçado, rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis, acesórios, equipamentos domésticos e manutenção corrente da habitação, Saúde, Transportes, Comunicações, Lazer, recreação e cultura, Ensino, Hotéis, Restaurantes, Cafés e similares e serviços diversos.

Inflação e suas causas

Especialistas ligados à economia nacional consideram que a inflação é o aumento de preços verificado na grande maioria dos bens e serviços, o que poderá provocar uma “acentuada diminuição” do poder de compra devido a vários fatores, com destaque para o rendimento salarial que não sofre alteração.

“Aliás, uma das causas da inflação é o aumento da emissão de papel-moeda pelo governo para cobrir os gastos do Estado. Quando isso acontece, há um maior volume de dinheiro em circulação no mercado, mas não houve criação de riqueza ou aumento de produção. Nestes casos, é exigida maior quantidade de dinheiro para adquirir a mesma quantidade de produto. Outras causas da inflação estão relacionadas com o aumento exagerado do preço de um determinado bem básico, como energia elétrica ou água, ou ainda, pelo excessivo aumento de consumo, o que repercute no aumento da procura do produto e, consequentemente, eleva o seu preço”.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project