CARNAVAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cabo Verde financia grupos de Carnaval mesmo após suspender festa 13 Janeiro 2022

O Governo cabo-verdiano vai manter o financiamento aos projetos apresentados pelos grupos de Carnaval, apesar da decisão de suspender todas as festas e desfiles devido à pandemia de covid-19, segundo o ministro da Cultura.

Cabo Verde financia grupos de Carnaval mesmo após suspender festa

"Iremos manter o montante, dez milhões de escudos cabo-verdianos (90 mil euros), destinado ao Carnaval 2022 para financiar projetos dos grupos nacionais", afirmou hoje o ministro Abraão Vicente.

O Governo de Cabo Verde anunciou na segunda-feira, 10, a suspensão das "atividades comemorativas do Carnaval em todo o território nacional", incluindo festas públicas e privadas, devido à evolução da pandemia de covid-19, repetindo o cenário de 2021.

Em nota divulgada pelo Governo liderado por Ulisses Correia e Silva, a decisão é justificada com o "aumento exponencial dos casos registados nas últimas semanas" e "o maior número de casos positivos no país desde o início da pandemia".

"Tratou-se de uma decisão conjunta do Ministério da Saúde, Ministério da Administração Interna e do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, pois as autoridades da saúde aconselharam pela não realização das atividades que irão propiciar um grande ajuntamento num momento em que o país regista um elevado número de contágios", afirmou Abraão Vicente citado pela Lusa.

O titular da pasta da Cultura e das Indústrias Criativas explicou ainda ter auscultado alguns promotores do Carnaval a nível nacional, que concordaram com esta medida.
"Ao longo do ano poderemos financiar as atividades dos grupos, nomeadamente compra de kits de Carnaval, formações, viagens internacionais para formações", disse o ministro.

Dezenas de grupos e centenas de foliões desfilaram pela última vez no Carnaval de 2020 em Cabo Verde, edição então marcada pelo centenário em São Vicente, o mais emblemático do país, que habitualmente leva milhares de forasteiros à ilha, atraídos pelo típico sambódromo.

Segundo a mesma fonte, outro Carnaval emblemático acontece anualmente na cidade da Ribeira Brava, ilha de São Nicolau, tal como na Praia, pela dimensão da capital cabo-verdiana, sendo esta a maior festa popular do país.

Em 2022, a terça-feira de Carnaval será assinalada em 01 de março, mas sem as tradicionais festas, "visando reforçar as medidas de prevenção de forma a reverter o quadro epidemiológico" que o país atravessa, e "acima de tudo preservar a capacidade de resposta do Sistema Nacional de Saúde", segundo o Governo.

Cabo Verde tem registado recordes quase diários de novos infetados com covid-19 desde o final de 2021, acima de mil doentes por dia, e já confirmou a presença da variante Ómicron a circular no arquipélago.

Atualmente, o país conta com 5.351 casos ativos, um acumulado de 52.007 casos da doença desde março de 2020 e 364 mortos por complicações associadas à doença, mas também 46.263 recuperados no mesmo período, lembre a fonte referida.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project