Editorial

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cabo Verde: De como as promessas irrealizáveis descredibilizam os partidos e as elites políticas 06 Janeiro 2019

O sistema democrático de Cabo Verde está a pagar caro por causa das promessas eleitorais exageradas e irrealizáveis feitas sobretudo pelo sistema MpD durante as últimas eleições legislativas. É que, a fazer fé nas críticas de eleitores de vários quadrantes, tanto os partidos, sobretudo os do arco do poder (MpD e PAICV) como as elites políticas estão, por isso, a cair num descrédito total.

Cabo Verde: De como as promessas irrealizáveis descredibilizam os partidos e as elites políticas

Para os críticos, este facto está a ter impacto negativo no processo democrático em Cabo Verde – muitos manifestam-se descontentes com os partidos e dirigentes políticos, ameaçando não participar ativamente nos próximos embates eleitorais.
Como consequência, está a desenvolver-se um bloco central de eleitores – entre a Esquerda e a Direita – que não quer acreditar nas formações politicas existentes, sobretudo os do arco do poder (MpD e PAICV).

Para observadores atentos, estes eleitores podem estar na iminência de se erigirem num partido político e concorrer às próximas legislativas, funcionado como uma possível força charneira, forçando a entendimentos entre os partidos mais votados. Se ficar frustrada esta possibilidade, analistas ouvidos por este jornal admitem, como outro cenário possível, esses mesmos eleitores não irem às urnas, construindo assim um grande grupo de abstenção – a confirmar isto teria um impacto negativo no processo democrático em Cabo Verde.

Diante de tudo isto, as formações políticas nacionais têm uma grande responsabilidade no sentido de se reverterem esta tendência. Precisam desenvolver uma série de iniciativas (políticas e legislativas) para a credibilização dos partidos e seus dirigentes e da política, de um modo geral, em Cabo Verde. Mas tem maior responsabilidade nesse processo o MpD, quer por estar no poder, quer por ser o principal protagonista da descredibilização da política em Cabo Verde com as promessas eleitorais feitas durante a campanha de 2016 e que não vêm sendo compridas. É que o povo não é ignorante!

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project