ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

BCV pôe em circulação nova nota de duzentos escudos 10 Janeiro 2021

O Banco de Cabo Verde (BCV), nos termos do Decreto-lei nº 56/2020, de 21 de julho 2020, colocou em circulação, a partir da sexta-feira, 08 de Janeiro de 2021, uma nova nota de 200 Escudos em substrato algodão.

BCV  pôe em circulação nova nota de duzentos escudos

De acordo com a nota enviada à redação do asemanaonline, a nova nota de 200 Escudos surge da decisão do Banco de Cabo Verde de uniformizar a família de notas de 2014, em circulação, e em substrato algodão. “Assim, atendendo ao centenário da data de nascimento do médico e escritor cabo-verdiano Henrique Teixeira de Sousa (1919-2019) e à necessidade de reforço da denominação de 200 Escudos, procedeu-se à reformulação da nota de 200 Escudos em polímero, lê-se na nota.

Ainda segundo o documento, com substrato de algodão, a nova nota traz no verso uma perspetiva do vulcão da Ilha do Fogo, onde foi notável a ação do escritor homenageado em prol de estruturas mínimas de saúde pública.

“Com uma aparência renovada, incorpora progressos tecnológicos que proporcionam maior segurança e durabilidade, com redução de custos e impacto para o meio ambiente, e facilitam o reconhecimento da integridade e manuseio pelo público”, diz.

Sabe-se ainda que a nova nota de 200 Escudos tem 124 mm x 62 mm de dimensão e sentido de orientação horizontal. A cor dominante é o vermelho, tanto na frente como no verso da nota, bem como outras cores vivas em tonalidade verde, amarela e rosa.

Na frente da nota, destaca-se a figura de Henrique Teixeira de Sousa, impressa em talho doce, suportada por um medalhão constituído por reproduções de um trecho de pano di terra e do mapa da ilha do fogo. “O fundo, impresso em offset, é composto por um microtexto litográfico, não visível a olho nu arca de água conseguida a partir de um retrato de Henrique Teixeira de Sousa, com aproximadamente 25,3cm de altura, encontra-se localizada na parte esquerda da frente da nota, numa área de aproximadamente um terço da sua superfície”, lê-se no comunicado..

Do lado esquerdo do retrato, imediatamente por baixo do mapa da ilha do Fogo, estão apostas as assinaturas do Governador e do Administrador do Banco de Cabo Verde. Sobre o mapa da ilha, um cacho de uva da região de Chã das Caldeiras, com a inscrição BCV em microtexto, impresso em talhe doce.

Já no verso da nota, uma perspetiva do PICO DO VULCÃO DO FOGO, impressa em offset, como elemento principal do verso da nota, aplicada sobre o medalhão constituído por um trecho de pano di terra. Introduzido no verso da nota, o filete de segurança tem 2 mm de espessura, fluorescência tipo arco-íris, magnético, leitura automática e comporta o texto BCV 200.

A nova nota de 200 Escudos vai circular ao mesmo tempo que a nota atual em polímero, ou seja, ambas as notas de 200 Escudos têm poder liberatório e devem ser aceites como meio de pagamento. “A distribuição da nota ao público será efetuada por intermédio das instituições de crédito”, diz o comunicado.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project