DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Astro de futebol Robinho condenado a 09 anos por violação 20 Janeiro 2022

A última instância judicial de Itália confirmou esta quarta-feira a condenação ’in absentia’ do astro do futebol canarinho Robson de Souza. ‘Robinho’ terá de cumprir nove anos de prisão por violação duma albanesa de 23 anos em Milão em 2013, informou o advogado da vítima. Desde então o jogador do AC Milán (2010-15) tinha beneficiado da lei italiana que lhe permitiu manter-se em liberdade recurso após recurso durante nove anos. Agora o astro não tem como escapar à cadeia pelo seu crime.

Astro de futebol Robinho condenado a 09 anos por violação

Presente na sala de audiência em Roma esta quarta-feira, a vítima "está comovida e pediu para não prestar declarações", como explicou o seu advogado. "Ela só deseja que se faça justiça". É que além de Robinho e Ricardo Falco, ambos condenados a nove anos de cadeia, ainda falta responsabilizar mais quatro brasileiros que participaram na violação em grupo.

Segundo a acusação, em 22 de janeiro de 2013 Robinho — de 28 anos, casado e pai de dois filhos nascidos em 2007 e 2011 — junto com cinco compatriotas levaram a jovem a beber "até ao ponto de deixá-la inconsciente e incapaz de resistir" para então a submeterem a "relações sexuais várias vezes".

Em novembro de 2017 o tribunal de Milão condenou o jogador — do AC Milán e ex-do Santos (1996-2005, 2010, 2020), Real Madrid (2005–2008), Manchester City (2008–2010) — pelo crime de "violência sexual grupal contra uma joven albanesa que estava a celebrar os seus 23 anos num famoso local de Milão". A acusação foi ajudada pelas gravações telefónicas do astro brasileiro, revelou em 2020 a imprensa brasileira.

O primeiro recurso apresentado pelo jogador — que durante estes nove anos nunca admitiu a culpa e esteve sempre ausente das audiências em tribunal — foi julgado em dezembro de 2020. O Tribunal da Relação de Milão confirmou, há treze meses, a pena sentenciada na primeira instância e considerou que o futebolista atuou com "especial desprezo para com a vítima, que foi brutalmente humilhada".

Esta quarta-feira, o coletivo do tribunal superior de Roma "considerou que o recurso apresentado pelo jogador era inadmissível" e por conseguinte "a condenação é definitiva", indicou o advogado Jacopo Gnocchi. "Todos os quinze magistrados italianos consideraram que as acusações foram todas completamente comprovadas. Agora esperamos que o Brasil execute a sentença".

...

Fontes: Sport TV/ Globo Esporte/Corriere dello Sport/Fox Sports/... Fotos (Getty/Globo...): Em 1999, Robinho de 15 anos com Pelé no Santos. Década e meia de sucessos do ’novo Pelé’ não resistiram ao caso de "violência sexual grupal" em 2013. Está há 15 anos com a mãe dos dois filhos, Vivian, com quem formalizou a união em 2009. Robinho está esm clube desde fevereiro de 2021 — data em que "sem entrar em campo", teve o seu contrato com o Santos terminado" após a sentença da segunda instância. Recurso após recurso permitidos pela lei italiana que o mantiveram em liberdade durante nove anos — até esta quarta-feira 19, com a sentença final do Supremo italiano a atirá-lo para a cadeia.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project